O que nietzsche quis dizer?

Prezados,

Qual é a interpretação para frase de Nietzsche? Como pode ser entendida?

Quando se olha muito tempo para um abismo, o abismo olha para você.

Grato!

Felipe S.
Felipe
perguntou há 2 meses

Sabe a resposta?

Ganhe 10 pts por resposta de qualidade
2 respostas
0
votos
Nenhum usuário votou nessa resposta como útil.
Professor Emanuel I.
Respondeu há 2 meses
Ao olharmos demoradamente para dentro de um abismo, deparamo-nos com o nada, com o rompimento da gestalt que permite nossas percepções : não temos mais uma figura e o fundo nos engole, se apossa de nosso entorno para em seguida invadir-nos até a alma. Depois de remoer um pouco esta ideia, cheguei a um pensamento derivado que é “ A consciência é o ponto de estrangulamento de um único abismo”.
O estrangulamento advém pois desta injunção que nos dá ilusão de um limite real de algo que é contínuo. Este estrangulamento é temporário, leva o tempo de uma vida, antes do retorno ao contínuo, àquilo que não tem limite nem presença. Este olhar para dentro de si começa como numa espiral, onde primeiro tentamos entender, dar significado, para lentamente ir perdendo completamente os referenciais lingüísticos, simbólicos, ficando expostos a um sentir sem palavras, sem imagens sem conceitos. Não conseguimos pensar o impensável e sem uma linguagem que nos faça sentido, que tenha significado, encontramos o nada absoluto. Estamos irremediavelmente presos aos limites de nossa linguagem e o que possa haver além dela, para nós se apresenta apenas como o nada. Talvez este seja o princípio do Eterno Retorno de Nietzsche : Encontramo-nos no nó de uma ampulheta, que é nossa consciência, condenados a assistir a passagem dos mesmos grãos de areia (aquilo que nossa linguagem pode significar) de um lado para outro da ampulheta, sem jamais podermos divisar o que há fora da ampulheta, que apenas intuímos (mas só conseguimos imaginar como se também fossem outros arranjos de grãos semelhantes aos grãos de areia disponíveis na ampulheta).





Se demorarmos o tempo suficiente olhando para o fundo do abismo, o sentir conhecido, os ecos corporais vão se tornando distantes, abrindo espaço para sentires cada vez mais estranhos, como se estivéssemos nos projetando no vazio... o mesmo vazio sem referencial que insistíamos em tentar divisar no fundo sem fundo do abismo.





É como se de alguma forma, retornássemos ao ponto de partida. Um ponto de partida que é tão de partida quanto é de chegada, portanto um contínuo... Um plano contínuo onde a única coisa que se interpõe entre o dentro e fora é a nossa consciência, nossa noção de corpo físico contemplante. A sensação decorrente pode ser chamada de "sentido de presença", numinosidade ou qualquer outro nome que se queira dar, inclusive pura e simplesmente "consciência". Parece-me que o limite de nossa consciência está vinculado ao quão estrangulado é este ponto onde moram nossas percepções : se for por demais apertado, perdemos a conexão com aquilo que somos, interrompemos o simples fluxo do fora e dentro, vendo-os como coisas absolutamente separadas. Se por outro lado, for por demais frouxo, nos aproximamos dos ascetas que buscam o Nirvana e perdemos igualmente a conexão com qualquer coisa que tenha significado. Sobre esta busca dos ascetas... penso que há uma pressa injustificada : o rompimento de nosso elo de consciência é líquido e certo. É apenas uma questão de tempo. Talvez devêssemos apreciar e conhecer os grãos de areia de nossa ampulheta, sabendo que são os mesmos, de um lado e de outro e que basta estarmos atentos para vê-los passar diante de nossos olhos.
Se quiseres mais informações: (82)981438399
0
votos
Nenhum usuário votou nessa resposta como útil.
Professor Adriano L.
Respondeu há 2 meses
Inicialmente é preciso pegar o período no qual esta frase está inserida. Assim, temos: "Quem deve enfrentar monstros deve permanecer atento para não se tornar também um monstro. Se olhares demasiado tempo dentro de um abismo, o abismo acabará por olhar dentro de ti."
Assim, estamos falando no abismo de um modo mais amplo.
Primeiramente, não podemos nos misturar com aquilo que tentamos lutar contra. Um homem bom que luta contra mal deve cuidar-se para não tornar-se mal. Esse é um caso de um monstro que se combate.
Já o abismo tanto pode significar o niilismo - o nada, o vazio - dos nossos valores quanto pode signicar que este vazio pode ser um monstro a ser combatido. E que ao se defrontar demasiado com o vazio, pode se também tornar vazio, ou seja, a falta de valores que o niilismo representa pode tomar conta do contemplante, ou ainda, o abismo pode ser o monstro que se combate e a conotação é que o abismo olhará dentro de ti tornando-o tão vazio quanto ao abismo contemplado.
Nesse sentido, monstro e abismo se confundem. E o que há é o niilismo no qual vivemos e o perigo de transmutarmos naquilo que combatemos.
Nietsche é complexo, dificil de tratar isoldamente um ponto. Mas nesse caso, procure a leitura de "Além do bem e do mal" obra na qual está inserida esta frase.

Professores particulares de Filosofia

+ Ver todos
Encontre e contrate um professor particular para te ajudar nos estudos.
Belo Jardim / PE
Ensino Médio: Ensino Medio (INSTITUTO FEDERAL DE PERNAMBUCO - CAMPUS BELO JARDIM)
Filosofia - Profissional Economia 1º Ano Filosofia - Psicanálise Teoria do Conhecimento Filosofia - filosofia cristã Filosofia - Immanuel Kant Filosofia - História da Ciência
Olá, meu nome é Emanuel Isaque Cordeiro da Silva, sou formado em magistério pela Escola Estadual Frei Cassiano Comacchio (2014-2017), onde tive experiência na área didática e paradidática do ensino fundamental e educação de jovens e adultos, ao qual também, pude exercer o cargo de aluno-mestre da EJ ...
Oferece aulas online (sala profes)
Oferece aulas presenciais
R$ 40 / aula
Conversar Whatsapp do professor Emanuel I. Whatsapp do professor Emanuel I. WhatsApp
1ª aula demonstrativa
Sumaré / SP
Graduação: Filosofia (UNICAMP)
Filosofia - Profissional Economia 1º Ano Economia 2º Ano Filosofia - Pré Problemas de Filosofia Acompanhamento Pedagógico em Filosofia Reforço Escolar de Filosofia
Sou formado analista de sistemas e atualmente curso filosofia. Sou habilitado para dar aulas de matemática (cálculo, geometria, geometria analítica ... ) e também de filosofia.
Oferece aulas online (sala profes)
R$ 50 / aula
Conversar Whatsapp do professor Diego S. Whatsapp do professor Diego S. WhatsApp
1ª aula demonstrativa
Responde em 5 h e 51 min

Pergunte aos nossos professores

Você possui uma lista de exercícios ou Trabalho?

Se seu problema for dificuldade em uma lista de exercícios, revisão de teses e dissertações, correção de textos ou outros trabalhos, peça uma ajuda pelo Tarefas Profes.

Enviar Tarefa