Preparem-se: A segunda fase vem ai!
Mariella Careaga
em 22 de Dezembro de 2014

Olá caros leitores!

Neste post discutiremos um pouco a prova de segunda fase da FUVEST, um dos, se não o, maior vestibular do estado de São Paulo. Este assunto é muito legal de ser abordado agora, uma vez que a segunda fase desse vestibular logo, logo estará ai (em janeiro, mas especificamente).

Assim, como todo bom vestibulando, ter uma ideia clara, ou pelo menos, uma noção geral do que você irá encarar é algo altamente recomendado (pelo menos eu acho...)

Então juntemos nosso espírito natalino para ganhar presente e comer coisas gostosas com o pique de pular sete ondinas no Ano Novo e vamos pensar nessa prova (que eu espero que ocupe os primeiros dias de janeiro de muitos de vocês).

Além de fazer um apanhado geral do modelo de prova, neste post também discutiremos algumas dicas para se fazer uma excelente prova de História na segunda fase (nosso blog não poderia deixar de falar dela, é claro) 

 

FUVEST 

A segunda fase da FUVEST é dividida em três dias consecutivos (4, 5 e 6 de janeiro), nos quais você, meu caro vestibulando, terá 4 horas para responder tudo aquilo que for proposto.

O 1° dia de prova é composto pelas questões dissertativas de português e pela redação. É importante lembrar aqui que, para redação, a FUVEST pede um texto DISSERTATIVO ARGUMENTATIVO e não uma narrativa, carta, entre outros.

Já o 2° dia é o mais legal na minha opinião. Neste vocês responderão 16 questões dissertativas das diferentes matérias do Ensino Médio. Só que esse não é o "tchan" desse dia. O especial do 2° dia de prova é que essas 16 questões são INTERDISCIPLINARES, ou seja, em um exercício você pode encontrar duas ou mais matérias misturadas. Bacana, não?

Por último, mas não menos importante, temos o 3° dia de prova. Nele vocês deverão responder 12 questões, de 3 ou 4 matérias distintas. As matérias presentes neste dia são determinadas pela carreira que você escolheu. Assim, por exemplo, quem está prestando MEDICINA na FUVEST, encontrará neste dia questões de BIOLOGIA, QUÍMICA e FÍSICA. Já o candidato que está prestando para ARQUITETURA, terá neste dia questões de HISTÓRIA, GEOGRAFIA e FÍSICA.

Um ponto importante de ressaltar é o tipo de questão presente na segunda fase. Como eu escrevi anteriormente, todas (isso mesmo, TODAS) as questões dessa etapa são DISSERTATIVAS. E o que isso significa? Questões desse tipo são aquelas que você deve elaborar uma resposta ESCRITA, utilizando aqui todas suas habilidades de redação (coesão, coerência, ortografia correta, entre outras).

E a matéria de HISTÓRIA, como fica na segunda fase da FUVEST?

História na segunda fase da FUVEST, assim como na segunda fase de outros vestibulares que possuem esse modelo dissertativo de prova, é uma matéria que requer atenção.

A primeira dica é LER bem o material que for fornecido no exercício. Isso pode parecer meio "chover no molhado", mas é um ponto que muitos vestibulandos não dão muita atenção. A boa leitura do enunciado não se refere apenas a "passar o olho" para ir rápido para o espaço de resposta e começar a escrever algo. Ler bem o enunciado requer que o vestibulando ENTENDA o assunto apresentado na questão e seja capaz de IDENTIFICAR o ponto central da mesma. Só assim, você, meu caro amigo, conseguirá construir uma resposta ADEQUADA e OBJETIVA para o que é pedido no exercício (e não precisará, ou sentirá que precisará, "encher linguiça" para o examinador ver o quanto você sabe).

Mas e se minha resposta ficar curta? Isso deve ser sinal de que algo está faltando, não?

Muitas vezes não. Dependendo da pergunta, as respostas esperadas são curtas mesmo. Não se sinta intimidado em escrever sucintamente (de maneira resumida) nessa etapa do vestibular. O que importante aqui não é o quanto você escreve, mas sim, se o que você escreveu responde aquilo que foi perguntado (essa frase é um bom mantra para você que irá fazer segunda fase. Guarde-a!). E como sei se o que escrevi responde bem o que foi perguntado? Ai, meu amigo, vem a parte do estudo. Você só conseguirá identificar bem os pontos chaves da questão se tiver um domínio bom do assunto nela abordado. Em outras palavras, não adianta perguntar do Parlamentarismo às avessas se você não estudou o Segundo Reinado.

No parágrafo acima já apresentei minha segunda dica: elaborar uma resposta FOCADA, que responda o que é perguntado pela questão. Além de ser um excelente exercício para abandonar o hábito de "encher linguiça" em questões de humanas, em especial de História, essa estratégia também te ajudará a poupar tempo. E esse tempo poupado em matérias que você tem maior facilidade pode ser muito valioso no momento de responder exercícios mais desafiadores para você.

Minha terceira e última dica é sobre recursos que você pode utilizar para montar sua resposta. Como em geral questões de História trazem trechos de textos ou imagens/charges, é recomendável que você, após ler bem esse material (leitura da forma que a gente conversou nos parágrafos acima, hein!?) elenque (coloque em tópicos, em ordem) os pontos centrais que foram abordados. Fazendo isso você construirá um "resuminho" que te ajudará na hora de escrever sua resposta por extenso. Outro recurso muito bacana, principalmente com trechos de textos, é grifar os termos chaves. Assim, por exemplo, em um texto que fala sobre o Estado Novo, seriam termos chaves palavras como "Vargas", "DIP", "Autoritário".

 

Espero que essas dicas possam ajudar vocês, vestibulandos, que terão essa e outras provas pela frente.

Também espero que essa visão geral da segunda fase da FUVEST ajude aqueles que ainda não estavam muito bem informados sobre ela. Caso vocês queiram mais informações sobre essa etapa da FUVEST, acessem o site: http://www.fuvest.br/b/locexa2f.php?anofuv=2015

No próximo post começaremos a revisar assuntos recorrentes nas segundas fases. Fiquem ligados então!

 

Abraços e ótimo natal

 

Mariella

= )

   

 

São Paulo / SP
Doutorado: Psicobiologia (Universidade Federal de São Paulo)
Olá pessoal Sou biomédica formada pela Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP-EPM) e mestre em ciências pela mesma instituição (na área de neurociências). Embora inserida na área da saúde pela minha formação superior, tenho experiência lecionando aulas de História do Mundo e Brasil, pois lecionei por 5 anos essa disciplina em um cursinho comunitário da UNIFESP (CUJA), além de conduzir grupos de estudo e elaborar material didático sobre essa matéria. Tenho também conhecimentos de inglês, esp ...
História do Brasil, História do Mundo, História para Vestibular, História para Ensino Médio, Farmacologia, Conversação Básica em Espanhol, Leitura em Espanhol
Oferece aulas online (sala profes)
R$ 56 / aula
Conversar
Cadastre-se ou faça o login para comentar nessa publicação.

Confira artigos similares

Confira mais artigos sobre educação

Ver todos os artigos

Encontre um professor particular

Busque, encontre e converse gratuitamente com professores particulares de todo o Brasil