ÁBACO A PRIMEIRA CALCULADORA
Eduardo Souza
em 07 de Maio de 2014

Muitos povos da antiguidade utilizam o ábaco para a realização de cálculos do dia a dia, principalmente nas áreas de comércio de mercadorias e desenvolvimento de construções civis. Ele pode ser considerado como a primeira máquina desenvolvida para cálculo, pois utilizava um sistema bastante simples, mas também muito eficiente na resolução de problemas matemáticos. É basicamente um conjunto de varetas de forma paralela que contém pequenas bolas que realizam a contagem.

 

Seu primeiro registro é datado do ano de 5.500 a.c., pelos povos que constituíam a Mesopotâmia. Contudo, o ábaco também foi usado posteriormente por muitas outras culturas: Babilônia, Egito, Grécia, Roma, Índia, China, Japão etc. Cada um desses povos possui uma versão de especifica dessa máquina, entretanto, preservando a sua essência original. Seu nome na Roma Antiga era “Calculus””, termo de onde a palavra Cálculo foi derivada.

 

O fato de este instrumento ter sido difundido entre  todas essas culturas se deve principalmente a dois fatores. O contato entre povos distintos é o primeiro deles, o que fez com que o ábaco fosse copiado de um lugar para vários outros no mundo. Por outro lado, a necessidade da representação matemática fez com que os sistemas de contagem utilizados no cotidiano fossem implementados de forma mais prática.

Sobre as operações matemáticas, ele é bastante útil para a soma e subtração. Já para a multiplicação e divisão, o ábaco comum não é muito recomendado, somente algumas versões mais complexas que a padrão.

São Paulo / SP


Administração de Empresas, Contabilidade, HTML Nível Vestibular, HTML Básico, HTML Avançado, HTML Intermediário, HTML Profissional
Oferece aulas online (sala profes)
R$ 39 / aula
Conversar
Cadastre-se ou faça o login para comentar nessa publicação.

Confira mais artigos sobre educação

Ver todos os artigos

Encontre um professor particular

Busque, encontre e converse gratuitamente com professores particulares de todo o Brasil