DEFICIÊNCIA VISUAL
Jackeline F.
em 30 de Julho de 2021

Esta é a deficiência mais comum na população brasileira, ela atinge 3,5% da população. De acordo com o último censo do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), existem no Brasil mais de 6,5 milhões de pessoas com deficiência visual, sendo 582 mil cegas e 6 milhões com baixa visão. [7]

De acordo com a Organização Mundial da Saúde, as principais causas de cegueira no Brasil são: catarata, glaucoma, retinopatia diabética, cegueira infantil e degeneração macular. 

Segundo dados do World Report on Disability 2010 e do Vision 2020, a cada 5 segundos, 1 pessoa se torna cega no mundo. Além disso, do total de casos de cegueira, 90% ocorrem nos países emergentes e subdesenvolvidos. 

A representação do símbolo internacional de pessoas com deficiência visual consiste em um pictograma branco sobre fundo azul (referência Munsell 10B 5/10 ou Pantone 2925 C). Este símbolo pode, opcionalmente, ser representado em branco e preto (pictograma branco sobre fundo preto ou pictograma preto sobre fundo branco), e deve estar sempre voltada para a direita, conforme Figura 1. Nenhuma modificação, estilização ou adição deve ser feita a este símbolo. [2]

 

Figura 1 - Símbolo internacional de pessoas com deficiência visual. 

 

Alceu Kuhn é um dos diretores da Organização Nacional de Cegos do Brasil (ONCB) e representante da organização na Comissão Brasileira do Braille, atualmente também é revisor braille e luta para que o sistema de escrita e leitura chegue a mais pessoas. Ele lamenta que “infelizmente, muitos cegos não têm acesso ao braille por algumas razões. Não é porque não estejam na escola, mas  porque os próprios professores não sabem o braille e, como consequência, não vão oferecê-lo”. [18]

De acordo com Kuhn, há avanços a serem comemorados, mas ainda há muito trabalho pela frente, como o fato que há pouca disponibilidade de livros transcritos. Segundo a União Mundial de Cegos, que representa aproximadamente 253 milhões de pessoas com deficiência visual de organizações em mais de 190 países, cerca de 5% das obras literárias no mundo são transcritas para braille, mas isso é nos países desenvolvidos. Já nos países mais pobres a situação é bem diferente, essa porcentagem é de apenas 1%. Kuhn estima que o Brasil não alcance nem mesmo essa porcentagem de 1%. Ele afirma que [18] “hoje, a transcrição que acontece no Brasil é predominantemente de livros didáticos. A literatura é muito carente de braille”. Isso acontece devido ao alto custo da transcrição, uma impressora braille custa de R$ 30 mil a R$ 200 mil e também é necessário um trabalho cuidadoso de formatação.

Regina Oliveira é coordenadora de Revisão da Fundação Dorina Nowill para Cegos e do Conselho Ibero-Americano de Braille. Ela afirma [18]: 

O braille é importante para pessoas cegas, para a alfabetização, dá independência, autonomia, no consumo de cosméticos, de alimentos. Autonomia para poder entrar em um elevador com segurança, receber contas, extratos bancários ou faturas de cartão de crédito. Tem aplicação na vida das pessoas cegas em todos os momentos.

Regina também afirma que seria ótimo se todos os alunos pudessem ter todos os livros em braille. No aprendizado, sobretudo a partir do 6º ano, de acordo com Regina, os estudantes acabam utilizando a tecnologia de áudios. Quando se trata de disciplinas exatas que possuem muitos símbolos, o livro braille faz falta, é necessário que tenham livros de matemática, de geografia, para ter contato com a simbologia específica, para aprenderem a ler mapas, gráficos etc.

De acordo com a ONCB, antigamente os professores recebiam os livros em tinta e selecionavam os que seriam transcritos em braille. Isso atrasava a entrega desses livros e os estudantes cegos ficavam meses sem ter o material didático. 

Goiânia / GO
Graduação: Física (UFG (Universidade Federal de Goiás))
Física - Dilatação térmica Física - Força resultante Física - Transformação isobárica Física - Dissertações Física - Pré-Militar EEAr Física - Física estatística
Professora de física e matemática nos níveis ensino fundamental, médio e superior.
Oferece aulas online (sala profes)
Oferece aulas presenciais
R$ 40 / aula
Conversar Whatsapp do professor Jackeline F. Whatsapp do professor Jackeline F. Ver WhatsApp
1ª aula demonstrativa
Cadastre-se ou faça o login para comentar nessa publicação.
em 7 de setembro de 2021

Legal

Cadastre-se ou faça o login para comentar nessa publicação.
em 7 de setembro de 2021

Muito bom

Cadastre-se ou faça o login para comentar nessa publicação.
em 7 de setembro de 2021

Legal

Cadastre-se ou faça o login para comentar nessa publicação.
em 7 de setembro de 2021

Ótimo

Cadastre-se ou faça o login para comentar nessa publicação.
em 7 de setembro de 2021

Interessante

Cadastre-se ou faça o login para comentar nessa publicação.
em 7 de setembro de 2021

Empolgante

Cadastre-se ou faça o login para comentar nessa publicação.
em 7 de setembro de 2021

Bom

Cadastre-se ou faça o login para comentar nessa publicação.

Recursos Profes

O Profes é uma solução completa de aprendizagem, com diversos recursos para
você aprender do jeito mais eficiente e personalizado possível.

Se você quer encontrar um professor particular para combinar aulas particulares, datas, pacotes e preços, utilize o Aulas Profes.

Buscar professor

Se seu problema for dificuldade em uma lista de exercícios, projeto, planilhas, revisão de teses, TCC ou textos, peça uma ajuda pelo Tarefas Profes

Enviar Tarefa

Se você quer acessar um professor imediatamente, no formato chat com troca de arquivos, imagens, fotos, peça um Profes Já

Pedir Profes Já

Confira artigos similares

Confira mais artigos sobre educação

+ ver todos os artigos

Encontre um professor particular

Busque, encontre e converse gratuitamente com professores particulares de todo o Brasil