A Relação Entre a Música e a Filosofia

Duas matérias fantásticas - Entenda a relação entre elas.

Teoria Musical Teoria Apreciação Musical filosofia
A Relação Entre a Música e a Filosofia
Tales S.
em 18 de Novembro de 2020

Não podemos negar que os caminhos percorridos pela música e pela filosofia são muito parecidos: ambas tiveram seu pontapé inicial na Grécia Antiga, e durante muitos séculos foram sendo aprimoradas, passaram por vários períodos e tiveram diferentes pensadores.

A música está presente no Quadrivium: conjunto das quatro matérias estudadas na Grécia Antiga, que eram usadas para compreender a formação matemática da natureza, ao lado da Aritmética, Geometria e Astronomia. - esta busca por respostas sobre a natureza e o universo esteve majoritariamente presente nos primórdios da filosofia, em especial aos pré-socráticos, e esta é a primeira e mais clara evidência da forte ligação da música e da filosofia.

Podemos observar alguns aspectos comuns entre as duas matérias: ambas procuram a melhor compreensão da realidade, buscam nosso contato com a natureza, com os nossos instintos, mas também com a razão, a lógica e a ética. E acima de tudo isso, nos libertar. - Ambas são ferramentas diferentes para o mesmo fim. 

No dicionário, dentre muitos significados, encontramos; "ARTE, s.f:  produção consciente de obras, formas ou objetos voltada para a concretização de um ideal de beleza e harmonia ou para a expressão da subjetividade humana." Quanto a filosofia: "FILOSOFIA, s.f: no âmbito da relação entre teoria e prática, pensamento inicialmente contemplativo, em que o ser humano busca compreender a si mesmo e a realidade circundante, e que determinará o seu caráter prescritivo ou prático, voltado para a ação concreta e suas consequências éticas, políticas ou psicológicas." - Isso nos mostra com clareza que qualquer tipo de expressão artística tem forte influência da filosofia, e vice-e-versa. Podemos analisar também a maneira como os grandes filósofos citam a música em suas obras. Uma vez que inúmeros pensadores de todas as áreas estudaram a música em algum momento da vida. Para Nietzsche, por exemplo: "A vida sem música seria um erro." Já para Schopenhauer, "A música exprime a mais alta filosofia numa linguagem que a razão não compreende." Segundo Aristóteles, "A música é celeste, de natureza divina e de tal beleza que encanta a alma e a eleva acima da sua condição."

Na modernidade, percebemos com mais clareza ainda a influência da filosofia na música, e consequentemente nas outras artes. Com a chegada do modernismo e o avanço ao pós-modernismo, a estética entra em declínio e a relação entre a obra e a filosofia se torna essencial, coisa que era menos explícita em outros períodos, quando a estética da peça ainda era de extrema relevância. Um fator importante que deve ser levado em conta, é que tanto a música (e neste caso, todas as artes) quanto a filosofia (ou qualquer ideologia de uma civilização), são provenientes do avanço cultural, das relações econômicas  e da realidade política e geográfica da civilização. Isso intensifica a semelhança da arte, e da filosofia de um lugar, pois ambas tem inúmeros fatores em comum.

Voltando a falar dos gregos e das Sete Artes Liberais, podemos citar que entre os estudos dos gregos, além da música, há a retórica - que exerce papel essencial na música, assim como na filosofia. A filosofia surge de um diálogo, perguntas, respostas, concordâncias, discordâncias e ideias diferentes. O mesmo acontece na música, de maneira tão clara quanto na filosofia. O contraponto de uma peça e suas relações harmônicas, as várias vozes de um coral, os diferentes instrumentos de uma orquestra mostram com clareza a retórica da música. Ora consonante, ora dissonante, assim como na retórica filosófica.

A música, assim como a filosofia, consegue chegar ao mais profundo sentimento no âmago de nós mesmos. A música surge uma estética natural, não é a toa que possui um poder, quase que místico, de transcender a consciência e de nos levar ao mais alto nível de reflexão, por seguir padrões naturais (novamente baseado no pensamento dos gregos). Já a filosofia, surge do homem, da sede por conhecimento da verdade, esta que é puramente humana, e também tem a capacidade de nos fazer refletir profundamente. Ambas são idênticas, porém opostas. A música nos faz ter contato com a natureza, e consequentemente com a humanidade. A filosofia nos faz ter contato com a humanidade, e consequentemente com a natureza. O ápice da consonância entre nós e o mundo, é conseguir entender e confundir as duas coisas.

Tales Machado, 21/04/2020

Santo André / SP
Curso Técnico: Técnico em Música com habilitação em Piano (FASCS - Fundação das Artes de São Caetano do Sul)
Teoria Musical - Treinamento Auditivo Apreciação Musical Teoria Musical - Rítmica Teoria Musical - Estruturação Basica
Aulas particulares de piano do básico ao avançado e aulas de teoria musical
Oferece aulas online (sala profes)
R$ 65 / aula
Conversar
1ª aula demonstrativa
Teste Cadastre-se ou faça o login para comentar nessa publicação.

Listas de exercícios, Documentos, Revisões de textos, Trabalhos?

Se seu problema for dificuldade em uma lista de exercícios, revisão de teses e dissertações, correção de textos ou outros trabalhos, peça uma ajuda pelo Tarefas Profes.

Enviar Tarefa

Confira mais artigos sobre educação

+ ver todos os artigos

Encontre um professor particular

Busque, encontre e converse gratuitamente com professores particulares de todo o Brasil