Como perder o medo de falar inglês

Inglês
Como perder o medo de falar inglês
Carolina Rodrigues
em 14 de Setembro de 2018

Como aprendizes de idiomas, já conhecemos a experiência de nos sentirmos de novo como uma criança, de não termos palavras para nos expressarmos e o esforço de mantermos a nossa dignidade ante nossa autocrítica.

Frequentemente acreditamos que outra pessoa esteja nos julgando, que nossos erros e dificuldades nos fazem parecer burros e que nossa incapacidade de nos comunicarmos da forma que nós esperamos ou supomos que de alguma forma reflete uma falta de valor próprio.

Há uma voz em nossa cabeça que diz: “Não abra sua boca! Você parecerá um burro”. E a parte triste é que muitos de nós tendemos a ouvi-la. Ainda pior, projetamos essa voz em outras pessoas, supondo que elas estão nos criticando.

Entretanto, a verdade é que você jamais se tornará fluente se não abrir sua boca e usar da língua que esteja aprendendo. É uma sala de espelhos, um labirinto de autodúvida, e a única maneira de ir adiante e se tornar confiante e um falante proficiente do inglês é desenvolver a coragem de deixar seus medos para trás.

Você não está sozinho. É assim que se sente quando se aprende outro idioma.

E não estou apenas falando a respeito dos iniciantes. Enquanto iniciantes são mais propensos a isto e seus problemas são mais intimidantes, falantes avançados e altamente proficientes sofrem deste problema a todo instante.

Aqui estão as 7 dicas para superar seu medo de falar inglês e de comunicar-se com decência.

1. Aceite que o medo faz parte e que você precisa de coragem para encará-lo.

“A coragem é resistência ao medo, domínio do medo –não a ausência do medo.” –Mark Twain 

Andamos em círculos com a ilusão de que falantes fluentes não sentem medo, que um dia aprenderemos o suficiente e que não nos amedrontaremos. A verdade é que falantes de nível avançado e até mesmo os falantes nativos sentem medo quando estão se comunicando.

O medo faz parte da vida e aqueles que tem aprendido a dominar os seus medos são aqueles que irão além.

Conforme diz o pensamento de Mark Twain, a coragem é a resistência ao medo, não a ausência de medo. A única coisa que diminuirá seu medo será encará-lo. E fazendo isso, você constrói sua coragem e confiança e notará que os monstros que você tem criado não são reais.

Você também deverá notará que o seu maior obstáculo não é o seu inglês, mas o fato de que você está paralisado pelo medo e nunca aprendeu como enfrentá-lo.

Medo é um fato da vida, não somente do inglês, mas de tudo. Por exemplo: entrevistas de emprego, testes, encontros, palestras, conversar com alguma garota bonita ou um cara. Você deve aprender a encará-lo.

 “A vida começa no fim de sua zona de conforto.” –Neale Donald Walsch 

Então, o que você pode fazer pra deixar sua zona de conforto e encontrar a coragem para abrir sua boca e falar em inglês? Sério… O que de pior pode acontecer?

E o que de positivo poderia e irá acontecer se você encontrar a coragem de abri-la constantemente?

7 Coisas que não se deve fazer ao falar inglês

2. Aceite que seus erros e dificuldades são uma importante parte do aprendizado

“Se quiser aumentar sua margem de sucesso, duplique sua margem de falha.” – Sir Thomas Watson. 

Outra ilusão que os estudantes de inglês tendem a ter a é de que falantes fluentes não cometem erros. A verdade é que todos cometemos erros, até mesmo os falantes nativos.

Claro, estudantes de inglês cometem mais erros e os iniciantes ainda mais, mas são uma parte normal do processo e este é o preço que você paga pra desenvolver a fluência. Você não vai ter sucesso em nada na vida se não estiver preparado pra cometer erros.

Isto deve ajudá-lo saber de que muitos, mas muitos poucos falantes nativos falam inglês perfeitamente. Você deve olhá-los e pensar que falam perfeitamente, mas, uma vasta maioria de pessoas que aprendem inglês como segundo idioma cometem pequenos erros durante o percurso.

Além disso é importante entender que os falantes nativos não julgam sua fluência baseado em seus erros. Julgamos sua fluência com base na sua habilidade de se comunicar e de se interagir conosco, o qual é a verdadeira função da língua.

Isso não significa que dever ignorar seus erros gramaticais, porém é melhor aceitá-los como parte do processo e tirar proveito da oportunidade de aprender através deles.

“Os erros são os portais da descoberta.” –James Joyce

Michael Jordan diz que falhas repetidas levam ao sucesso.

[media url=”http://www.youtube.com/watch?v=dxu61c9RiSY” width=”600″ height=”400″]

3. Domime a fluência cultural e as expressões de sobrevivência

Nossa definição de fluência cultural é: a compreensão e o uso eficaz das formas culturais ocultas de comunicação. É uma consciência das formas que a cultura opera na comunicação e conflito e na habilidade de responder eficazmente a essas diferenças.

Se você é um iniciante, intermediário ou falante avançado, aqui no RLE Fluency Center, nós sistematizamos um grupo de frases simples e culturalmente corretas que são de grande valia aos estudantes de inglês. Nós chamamos essas “frases de sobrevivência” e as usamos para ensinar a fluência cultural.

Um fato importante é que algumas vezes a maior dificuldade que os estudantes têm não é a falta de conhecimento, mas sim o fato de que eles não sabem como se comunicar e indagar e o que não sabem da cultura da fala inglesa.

Aqui um breve, porém muito incompleta visão geral de fluência cultural do RLE e o sistema de expressões de sobrevivência:

1. Diga “sorry?” quando não entender algo;

2. “Can you repeat please?” e “Can you speak slower?”

3. Quando você quiser saber  uma palavra ou uma frase, pergunte:  “What does that mean?”

4. Por fim, quando você não conhecer uma palavra ou uma frase, pergunte “How do you say insert word in English?” 

Como eu já disse, está é uma descrição bem superficial, porém, importante. Para obter um entendimento melhor deste tópico, confira As 7 frases que irão melhorar drasticamente sua fluência cultural e/ou assista a estes 2 curtos vídeos que ilustram este tópico.

Conversação simulada com MÁ fluência cultural.

[media url=”http://www.youtube.com/watch?v=v6ksCArrDBs” width=”600″ height=”400″]

A mesma conversação com BOA fluência cultural.

[media url=”http://www.youtube.com/watch?v=DI-qZGSPBII” width=”600″ height=”400″]

4. Faça do inglês um hábito divertido, conveniente e prático

Estudantes eficazes sabem que você deve aplicar o que se aprende em sua vida e criar experiências autênticas com a língua. Eles também sabem que a melhor forma de fazer isso é torná-lo divertido, prático e acima de tudo, conveniente.

Quanto mais você se acostumar a usar o inglês em seu cotidiano, mais fácil será encontrar a coragem de superar seu medo de falar. O problema com os métodos tradicionais é que o foco dos estudantes é demasiado na gramática e ignoram a experiência do inglês.

Quais são estas estratégias de inglês para a vida? Abordamos muito mais sobre elas em “5 jeitos de fazer o seu inglês parte do seu dia a dia ”, porém um pouco dessas são: assistindo TV e filmes, ouvindo música que você curta, ouvindo podcasts que ensinem inglês e encontrando com pessoas pessoalmente e online.

ipodQuando você começar a adquirir um contato diário com o inglês em sua vida (Inglês para a vida), muitas coisas irão acontecer:

  1. Sua reação automática de medo quando você não entender algo irá se desvanecer e você se sentirá calmo, mesmo se você não entender tudo;
  2. Todos os outros aspectos de seu processo de aprendizado que se tornarão mais fáceis, já que você irá gradativamente se acostumar com os sons e ritmos do idioma;
  3. Você se tornará muito mais entusiasta a respeito de seu processo de aprendizado,pois estará fazendo coisas que você curte em situações autênticas de aprendizado.
  4. Estudar a gramática se tornará mais fácil porque será um complemento de “experiências autênticas de aprendizado” e “5 formas de fazer do inglês uma divertida e conveniente parte de seu cotidiano”.

5. Domine os cumprimentos e as despedidas

Uma das formas mais rápidas de superar seu medo de falar é de dominar as saudações (Olás) e despedidas. E não estou apenas falando sobre “Como você está?” e outros mais simples.

Nós os usamos praticamente em TÊTE-À-TÊTE e inclusive em interações online, e mesmo se você for somente um iniciante, aprendendo-os te ajudará a se sentir sob controle e fluente por poucos e curtos momentos do início ao fim de toda conversação.

Perceba que, se você puder se conectar com a pessoa e deixar uma primeira impressão fluente, será muito mais fácil de iniciar sua conversação com coragem e não se estagnar de medo. E se você sabe como dizer adeus à uma pessoa de forma descontraída e confiante, você sairá de toda conversação com um senso de dignidade e confiança, que irá somente ser construído com o tempo.

Pode ser que você não seja capaz de se tornar fluente na língua inglesa na sua amplitude em poucos dias ou semanas, mas tenha certeza de que você pode aprender a se comunicar de forma confiante e fluente com seus cumprimentos e despedidas.

Com um grande repertório de cumprimentos, como: “What’s up?” (E ai?), “What’s going on?” (O que tá pegando?), “How have you been?” (Como tem passado?), “What’s good?” (Qual a boa?), você está apto de se conectar com pessoas de forma natural e amigável, o que é ótimo pra sua autoconfiança.

E ao manejar bem um pequeno grupo de dinâmicas despedidas como: “take care” (se cuida), “have a good one” (falou, tenha um bom dia, etc…), “it was nice to see you” (foi bom te ver), “have a nice day/week/trip” (tenha um bom dia/(boa)semana/viagem) e “later” (Falou, até mais…), você findará toda conversação de forma positiva.

Esta é uma das mais dinâmicas e divertidas partes da língua, isso te dá imediatamente as ferramentas pra se conectar com quase todo mundo, e simplesmente com um punhado de frases, poderá iniciar e finalizar toda conversação com dignidade, confiança e, inclusive, com fluência.

6. Encontre pessoas que apoiem seu aprendizado

Se sua rede de apoio de aprendizado de inglês for composta por pessoas que te criticam e te desmotivam, será difícil  superar seus medos porque elas os reforçam em você.

Como um estudante de inglês, você precisa encontrar pessoas que o encorajem, apoiem e o animem em seu aprendizado e em seus erros. Eu já conheci muitas pessoas que têm uma percepção distorcida de sua habilidade com o inglês porque estão cercados de pessoas que os criticam e não lhes dão o apoio que precisam. Se outro estudante for mais avançado do que você, muitas vezes é o caso de que o criticismo deles e resistência sejam oriundas de sua própria falta de autoestima com o inglês deles. Eles criticam os outros porque não sentem segurança com seu próprio inglês e se sentem melhores se eles provam que você fala pior.

Isso também acontece muito com pessoas que acreditam que fluência é meramente uma questão de gramática correta e irão incessantemente criticar seus erros, enquanto ignoram a questão mais essencial da comunicação.

Então, que tipo de pessoa você precisa em sua vida para apoiar com o seu inglês?

Você precisa de pessoas e comunidades que te encorajem a falar, de usar o seu inglês e a cometer muitos erros. Eles o ajudarão a entender que seus erros, dificuldades e frustrações são completamente naturais, e que  a única maneira de superá-los é continuar avançando e criar coragem, trabalhar arduamente e entregar-se ao seu processo e de fazer do inglês uma paixão e algo que você faça todo dia.

Você pode encontrar pessoas e comunidades online (Confira o artigo do Ethan Falando inglês online), e você poderá inclusive conhecer pessoas pessoalmente. Couchsurfing é um bom lugar pra começar a conhecer pessoas em sua cidade, e nós temos uma festa internacional de conversação em inglês que nós fazemos todo mês em Belo Horizonte e nós estamos em processo de expandir ao Rio de Janeiro, Barcelona e  outras cidades.

[media url=”http://www.youtube.com/watch?v=6kNKEOHw58A” width=”600″ height=”400″]

7. Melhore sua concentração e equilíbrio emocional com atividades, como meditação:

A parte final do conselho que irá ajudá-lo a superar seus medos e de falar inglês com coragem é de trabalhar em sua concentração e vida emocional com meditação.

Veja que a meditação irá melhorar cada aspecto de sua vida te auxiliará no desenvolvimento de confiança, coragem e serenidade mental qualquer coisa que você decida a fazer, e verá rapidamente os resultados com o seu inglês.

meditation brainSe sua mente é um músculo, então a meditação é uma forma de leva-la à academia. Quanto mais forte se tornar o seu controle mental, mais capaz você é de controlar conscientemente o foco da sua mente e como ela processa as novas informações. Fortalecer sua mente dessa forma tem repercussões em todos os aspectos da vida: Sua saúde emocional e autoestima, seus relacionamentos, sua performance de trabalho, sua disciplina, habilidade de se comunicar bem, sua felicidade geral, seu nível de estresse e também sua saúde física.

Da Meditação de Mark Manson: Why You Should Do It (Por que deveria fazer isso?)

Como exploramos em Como a meditação pode melhorar seu inglês (e sua vida), a meditação o ajudará com sua auto-estima, sua saúde emocional e o dá a coragem de abrir sua boca ante o medo.

Conclusão e convocação à ação

Eu sei que há muitas informações aqui, mas, lembre-se de que isso é um processo e, como Lao Tzu (um antigo místico taoísta) disse certa vez: “Uma jornada de mil milhas começa com um simples passo.” Este artigo é um excelente primeiro passo.

 

São Paulo / SP

12 avaliações
Graduação: Licenciatura em Letras Inglês/Português (Universidade Paulista)
Licenciada em letras português/inglês, leciono há 6 anos e me especializei no ensino de inglês para adultos. Com as aulas particulares, ofereço algo totalmente personalizado de acordo com as necessidades e objetivos de cada aluno! Além das aulas de inglês ofereço uma consultoria onde irei te ajudar com qualquer assunto pertinente ao idioma, como inglês para viagens, preparatórios para exames de proficiência (TOEFL, IELTS), entrevista de emprego, traduções, etc. Também emito nota fiscal, faço p ...
Gramática em Inglês , IELTS, Inglês para Preparação para Entrevista de Emprego, Inglês Básico, Inglês para TOEFL, Inglês Avançado, Tradução em Inglês
Oferece aulas online (sala profes)
Oferece aulas presenciais
R$ 65 / aula
Conversar
1ª aula gratuita
Cadastre-se ou faça o login para comentar nessa publicação.

Confira artigos similares

Confira mais artigos sobre educação

Ver todos os artigos

Encontre um professor particular

Busque, encontre e converse gratuitamente com professores particulares de todo o Brasil