Por que eu tenho que estudar isso? Carta a um est

Pedagogia Educação
Por que eu tenho que estudar isso?  Carta a um est
Marcele F.
em 07 de Novembro de 2017

Todos os dias vocês perguntam a pais, professores, amigos e às pessoas com quem convivem: “por que eu tenho que estudar isso?” Como professora e pesquisadora da área de educação, todos às vezes essa pergunta banal vem como um soco no estômago e fica ressoando, exigindo uma resposta melhor. 

Fonte: Google

Não importa qual a classe social, a escola, o bairro ou a identidade, estudantes de qualquer ano, seja do ensino fundamental ou da pós-graduação, já se perguntaram: “por que eu tenho que estudar isso?” Não é só você, aluno do sexto ano. É uma pergunta que vai te acompanhar a vida toda, porque depois, quando você tiver filhos ou conviver com qualquer criança e ela te interpelar, você vai continuar se perguntando porque estudou o que estudou. 

Fonte: QEdu

O sexto ano, ou a antiga quinta série, é um ano marcante para muitos alunos. Neste ano se concentra a maior taxa de abandono e repetência escolar do Ensino Fundamental, segundo dados do QEdu. É também o momento de deixar de ser criança e passar a ser adolescente, essa coisa estranha que não é adulto, nem criança. Mas, não é tão simples assim. Ninguém explica muita coisa e as respostas, quando alguém se disponibiliza, parecem que não compreenderam muito bem a questão. (Que saco! — É a resposta de vocês na maioria das vezes).

Tirando o momento de transição que estão passando na vida, a escola não colabora. De repente a professora única é substituída por um exército de professores, cada um com um jeito diferente de ensinar. A matéria no quadro praticamente desapareceu, agora são inúmeros cadernos e livros e todo mundo diz que você tem que ser mais responsável. 

Mas, afinal, por quê? Tem uma carga moral, decerto, de que está na hora de crescer, aprender a ser gente. Como se a vida já não fosse suficiente. Esta é uma das série mais cruéis. Vocês aprendem o valor das diferenças, o sentido pejorativo, os palavrões, as milhões de maneiras de atingirem um ao outro. O bullying está em todos os lugares, às vezes até dentro de casa. O corpo é estranho, tudo parece desajeitado, ninguém se encaixa direito. E todo mundo acha que é o único a se sentir assim. 

Vocês estudam todas as matérias que estudam porque a sociedade, praticamente no mundo todo, chegou a conclusão que estes conhecimentos são importantes. Além disso, existe muito mais por trás de um exercício de matemática ou um texto para interpretar, são as chamadas competências e habilidades. A escola e os professores são cheios de defeitos, o material didático também. E no fundo, o que eles querem que você aprenda é raciocinar, pensar de forma clara, lógica e objetiva. Com capacidade para resolver problemas cotidianos, visitar museus, cidades, conhecer pessoas, trabalhar e se virar com o conhecimento que a escola te deu.

Fonte Google

O outro motivo é que estes conhecimentos permitem o acesso às profissões que talvez você tenha interesse em seguir: a escola é uma vitrine de conteúdos, conceitos, disciplinas. Em algum momento você vai decidir por um grupo deles. Ou por nenhum, buscando criar novos conhecimentos ou indo para áreas de conhecimento pouco destacadas na escola.

Professores, pesquisadores, políticos sempre falam da escola cidadã. A escola que ensina seus estudantes a fazer parte da sociedade, da nação. Compartilhar uma língua, valores, moral, hábitos, piadas, costumes, brincadeiras. A escola é um dos principais de socialização das crianças e adolescentes e por isso é obrigatória. Porque é um dos pilares das sociedades modernas, porque está na base das sociedades democráticas.

Isso não responde porque vocês tem que estudar isso tudo, na velocidade e quantidade em que estudam. A resposta para isto está no mundo em que vivemos. A escola foi feita para monges, ou para os que se adaptam ao sistema monástico. É preciso sacrifícios, vontade, disciplina, força, interesse, disposição. Ninguém gosta de estudar, a gente aprende a gostar . E a escola não é lugar de lazer, não é um clube. 

A aprendizagem, a disciplina psicológica e física, necessárias para estudar e para alcançar qualquer realização, não são “prazerosas: é um processo de adaptação, um hábito adquirido com esforço, tédio e inclusive sofrimento (GRAMSCI)

Os exercícios para casa, são extensão da escola. As avaliações, que deveriam se preocupar com a maneira como os alunos aprendem, querem confirmar se você sabe reproduzir em bom português o que estudou. Borges, o escritor argentino sonhava que o paraíso era uma biblioteca, mas não sabia matemática, sempre foi mal na escola e nunca chegou a universidade. Seus diplomas são todos eméritos. 

Fonte: Google

A escola, no modelo que ela existe hoje, é incompatível com o nosso mundo. É incompatível com a sociedade do entretenimento, da diversão, do prazer. Video game, youtubers, os hábitos de vocês não chega na escola e muitos dos conhecimentos que vocês têm são desconsiderados. Por outro lado, essas pessoas que se tornam famosas de uma hora para outra e que ganham muito dinheiro, aparentemente sem fazer nada, nos fazem questionar a escola e a sua validade. Mas, não foi fácil para eles também (muitos deles trabalharam diariamente e lançaram mil vídeos, posts até serem notados); e de muitos que tentam essa ascensão rápida, poucos conseguem; depois pouquíssimos conseguem se manter como celebridades ou influencers.

A parte boa é que tem muita gente pensando como adequar a escola à nossa sociedade. A pergunta de vocês faz um questionamento da sociedade em que vivemos. A escola não faz muito sentido porque ela não é uma garantia de que ficaremos ricos e famosos, de que trabalharemos menos no futuro ou de a vida será uma eterna diversão. Os desejos que ensinam vocês a terem, no fim das contas são muito pequenos diante da complexidade e do que é a vida na realidade. Nós temos sentimentos, vontades e precisamos de explicação para muitas coisas. Viver esses momentos ruins não é mais valorizado, refletir, silenciar, essas coisas não são importantes. E a escola nos ensina muito sobre a vida, sobre o que é sermos humanos. 

Fonte: Google

Você estuda essas coisas porque elas te ensinam a se relacionar de uma forma diferente com o mundo, a conhecê-lo. Mas, as notas que você tira não definem que você é de verdade. Fracassar na escola, em muitas biografias, é motivo para encontrar a verdadeira vocação e se tornar um expert em coisas que muita gente nem sabia que existia. 

Quando você, aluno do sexto ano, fizer essa pergunta de novo vou te responder que você estuda isso tudo para ter o direito de ser quem quiser ser, de exercer a profissão que quiser exercer. Basicamente, você estuda isso tudo para poder escolher e, em alguns momentos, seus fracassos farão escolhas por você. Quando você vai mal em história e decide ser engenheiro ao invés de advogado, o fracasso escolheu por você. Quando você decide entre Biologia e Matemática, porque gosta mais de analisar seres vivos que números, as suas afinidades te ajudaram a escolher. 

Pense nisso, a vida é feita de escolhas e, em alguns momentos, ela escolhe por nós, em outras nós escolhemos. Mas sem escola, sem passar por este trajeto, a vida fará escolhas que nem sempre eram o que você queria. 

 


*Este texto é dedicado ao meu aluno Ryan e pelo aprendizado que a experiência dele no sexto ano, com todas as dificuldades, tem me proporcionado. 

 

Inicialmente publicado em: https://trendr.com.br/por-que-eu-tenho-que-estudar-isso-aae4649c9e88

Cadastre-se ou faça o login para comentar nessa publicação.

Recursos Profes

O Profes é uma solução completa de aprendizagem, com diversos recursos para
você aprender do jeito mais eficiente e personalizado possível.

Se você quer encontrar um professor particular para combinar aulas particulares, datas, pacotes e preços, utilize o Aulas Profes.

Buscar professor

Se seu problema for dificuldade em uma lista de exercícios, projeto, planilhas, revisão de teses, TCC ou textos, peça uma ajuda pelo Tarefas Profes

Enviar Tarefa

Se você quer acessar um professor imediatamente, no formato chat com troca de arquivos, imagens, fotos, peça um Profes Já

Pedir Profes Já

Confira artigos similares

Confira mais artigos sobre educação

+ ver todos os artigos

Encontre um professor particular

Busque, encontre e converse gratuitamente com professores particulares de todo o Brasil