DESCARBONIZAÇÃO DA ENERGIA MUNDIAL
Cirano Passos
em 25 de Maio de 2015

Desde meados do século XIX, com a Revolução Industrial, a população mundial passou a ter um estilo de vida muito dependente da energia. Com isso a produção dessa energia passou a se desenvolver cada vez mais, visando uma forma de melhor aproveitamento do processo. Nesta época a principal, e praticamente única, fonte de energia era o carvão mineral, passando posteriormente para o óleo combustível, gás natural e energia elétrica. Assim, que seja por motivos ambientais ou financeiros, tendemos cada vez mais a diminuir átomos de carbono em função do hidrogênio por cada etapa da história.

Hoje em dia as empresas buscam uma lucratividade baseada principalmente em três fatores: ambiental, econômico e social. Assim caminhamos para uma era em que bioenergias dominarão o cenário em um âmbito mundial, sendo cada vez mais improvável o uso de matérias-primas não sustentáveis na indústria. Um exemplo promissor é o uso do hidrogênio como fonte, passando a uma emissão insignificante, ou nula, de carbono na atmosfera e tendo um rendimento energético muito maior do que energias movidas pelo “Ciclo de Carnot” (principal meio de produção energética por combustíveis fósseis). 

Apesar de os investimos e preocupação ambiental ter aumentado, as barreiras a serem enfrentadas pela descarbonização ainda são muitas. Visando estas dificuldades, a Eletrobras lançou a “Declaração de Compromisso sobre Mudanças Climáticas” listando compromissos a serem tomados pela empresa como: minimizar emissão de gases poluentes, priorizar o uso de fontes de energias renováveis, pesquisar principais riscos das alterações climáticas e desenvolver novas tecnologias para minimizar os efeitos ambientais. Com isso a Eletrobras, e demais empresas, mostram seu interesse na descarbonização e influenciam a população e demais empresas a terem uma postura semelhante.

Diante de tantas mudanças e pesquisas, a descarbonização torna-se um norte para as indústrias energéticas e bioenergéticas, fazendo com que direcionem seu desenvolvimento para a sustentabilidade, sem que diminuam sua renda. Estima-se que até em 2050 já vamos estar com uma energia mais limpa que o petróleo estabelecida no mundo. 

Talvez ainda não estaremos trabalhando com a tão sonhada energia totalmente limpa do hidrogênio, mas se já trabalharmos com uma diminuição progressiva (como o uso de gás natural ou biogás) dos níveis de carbono, já vamos ter avançado o suficiente para melhorar a condição ambiental do planeta e suportarmos a crise do petróleo que nos atingirá por esta época.

Belo Horizonte / MG
Graduação: Engenharia Química (Universidade FUMEC)
D
Álgebra para Engenharia, Geometria na Engenharia, Matemática para Ensino Fundamental, Física para Ensino Fundamental, Física para Ensino Médio, Matemática para Ensino Médio, Matemática para Enem
Oferece aulas online (sala profes)
R$ 30 / aula
Conversar
Cadastre-se ou faça o login para comentar nessa publicação.

Listas de exercícios, Documentos, Revisões de textos, Trabalhos?

Se seu problema for dificuldade em uma lista de exercícios, revisão de teses e dissertações, correção de textos ou outros trabalhos, peça uma ajuda pelo Tarefas Profes.

Enviar Tarefa

Confira artigos similares

Confira mais artigos sobre educação

Ver todos os artigos

Encontre um professor particular

Busque, encontre e converse gratuitamente com professores particulares de todo o Brasil