O que é fotografia?

Conheça os avanços tecnológicos que fizeram surgir os primeiros registros fotográficos da história

Fotografia Técnica Básica Introdução Profissional
O que é fotografia?
Profes
em 10 de Janeiro de 2022

No papel ou no digital, fotografar é a arte de eternizar um momento real. Desde a invenção das primeiras câmeras, ainda no século XIX, as fotos despertam o desejo e o interesse das pessoas, afinal, dá a elas a possibilidade de relembrar acontecimentos simbólicos ou  conhecer detalhes de um tempo passado. 

Quem nunca olhou para um álbum de infância e reviveu, mesmo que em memória, sentimentos bons de um tempo que não existe mais? 

A verdade é que poucas artes conseguem mexer tanto com o nosso íntimo quanto a fotografia. E como ela surgiu? Como evoluiu ao longo do tempo até sair do papel e chegar aos nossos celulares? Esses são alguns dos temas do nosso artigo hoje.

A primeira foto

Foi em 1826, na França, que a primeira fotografia foi tirada. Quem realizou esse feito histórico foi o inventor Joseph Nicéphore Niépce, que capturou uma cena com a sua câmera escura e conseguiu fixá-la de forma nítida em um pedaço de papel.

Crédito: domínio público

Mas quem pensa que esse processo foi fácil, se engana. Foi quase oito horas de exposição à luz, através de uma técnica conhecida como heliografia que a foto ficou pronta.

O registro de Niépce mostra os telhados de edifícios que existiam ao lado de sua residência. Em 2003, a revista americana Life incluiu a imagem na lista das "100 Fotografias que Mudaram o Mundo".

Por conta do longo período de exposição dos reagentes químicos à luz, fotografar pessoas nesse primeiro momento da história era praticamente impossível.

Quer aprender a tirar as suas próprias fotos? Confira uma lista de cursos e vídeoaulas para todos os gostos e bolsos.

Daguerreótipo

O cenário só começou a mudar a partir de 1839, com Louis Jacques Mandé Daguerre, que interessado no novo conceito de arte, inventou um equipamento fotográfico que ganhou fama com o nome de daguerreótipo. 

A máquina era formada por uma placa de prata sensibilizada com vapores de iodo. A exposição dos cristais de iodeto de prata à luz fazia com que eles se transformassem em prata metálica, formando uma imagem latente, revelada posteriormente com o uso do vapor de mercúrio. O resultado era uma foto nítida e rica em detalhes, em positivo e em baixo-relevo.

Câmera fotográfica antigaCrédito: domínio público

No entanto, era necessário em média 25 minutos de exposição para que a imagem fosse capturada. Hoje, em comparação, isso acontece em uma fração de segundos.

Calótipo

Caminhando um pouco mais na história, chegamos até 1841, quando o cientista William Henry Fox-Talbot deu vida a um processo chamado calótipo, que produziu as primeiras fotografias com negativo-positivo.

O processo utilizava uma câmara escura, um papel sensibilizado com nitrato de prata e ácido gálico. A exposição à luz durava cerca de 20 minutos. Quando o negativo era gerado, ele tinha que ser submerso em uma solução de hipossulfito de sódio e, ao secar, o papel produzia a imagem em positivo. Esse foi um dos primeiros passos rumo à fotografia moderna, como muitos de nós - nascidos até meados dos anos 90 - conhecemos bem.

A partir da invenção de Talbot, foi possível reproduzir cópias de uma mesma foto pela primeira vez, a partir da revelação do negativo.

A era Kodak

O surgimento da Kodak, em 1889, representou um salto na arte de fotografar e revelar. A empresa americana, criada pelo empresário George Eastman,  apresentou ao mundo uma série de inovações que tornaram as máquinas fotográficas mais leves, eficientes e acessíveis às pessoas.

A primeira câmera da marca tinha como slogan “Você aperta o botão, nós fazemos o resto”. De fato, por anos, essa ideia foi uma realidade, porque além de desenvolver e comercializar suas próprias máquinas fotográficas, a Kodak também era especializada no processo de revelação dos rolos de negativo. De uma ponta a outra, ela controlava o mercado da fotografia. 

No entanto, a competitividade do setor e as novas tecnologias que eclodiram no século XIX fizeram com que a marca não resistisse aos novos tempos, levando-a à falência.

Dá para tirar fotos profissionais com o celular? A gente escreveu um artigo cheio de dicas para você que quer se tornar um fotógrafo mobile.

Do rolo de negativo à galeria do celular!

Depois de quase dois séculos de história, chegamos ao que conhecemos hoje como fotografia. Onde qualquer momento pode ser registrado ao toque de um dedo em um aparelho muito mais leve e acessível do que todos os outros já inventados por estudiosos e especialistas: o celular.

Celulares antigosCrédito:divulgação/internet

Pesquisas apontam que o primeiro celular com câmera foi o J-SH04, da Sharp, criado na década de 90. No entanto, ele só chegou às lojas em 2001 e foi comercializado pela J-Phone, empresa que hoje pertence à Softbank.

De lá pra cá, a tecnologia avançou tanto, que imaginar um mundo em que a fotografia era tirada a partir de um processo demorado, precário e trabalhoso é quase impossível. 

E aí, gostou desse conteúdo? Quer aprender na prática como tirar fotos melhores com o seu celular? Na plataforma do Profes você encontra uma série de professores e profissionais da área que podem te ajudar nisso!

360.721 seguidores

Cadastre-se ou faça o login
para seguir esse blog.

Cadastre-se ou faça o login para comentar nessa publicação.

Recursos Profes

O Profes é uma solução completa de aprendizagem, com diversos recursos para
você aprender do jeito mais eficiente e personalizado possível.

Se você quer encontrar um professor particular para combinar aulas particulares, datas, pacotes e preços, utilize o Aulas Profes.

Buscar professor

Se seu problema for dificuldade em uma lista de exercícios, projeto, planilhas, revisão de teses, TCC ou textos, peça uma ajuda pelo Tarefas Profes

Enviar Tarefa

Se você quer acessar um professor imediatamente, no formato chat com troca de arquivos, imagens, fotos, peça um Profes Já

Pedir Profes Já

Confira artigos similares

Confira mais artigos sobre educação

+ ver todos os artigos

Encontre um professor particular

Busque, encontre e converse gratuitamente com professores particulares de todo o Brasil