É melhor aprender sozinho(a) ou com um professor?

Essa é uma pergunta que me faço com frequência, quais as vantagens e desvantagens de aprender sozinho com relação ao aprendizado com um(a) tutor(a)?

Inglês Básico Avançado Profissional Todos os níveis Intermediário Conversação
É melhor aprender sozinho(a) ou com um professor?
João G.
em 01 de Setembro de 2020

Eis a questão...

Por vezes me pego refletindo sobre essa questão; sem dúvidas, ambos possuem certas vantagens e desvantagens, e no meu entendimento, os dois meios podem oferecem ferramentas úteis para nos ajudar a alcançar um alto nível no idioma rapidamente.

 

Na minha história pessoal, o processo de aprendizagem do Inglês iniciou por minha conta e se manteve assim por vários anos. Desde que tive um primeiro contato, passei a gostar bastante do idioma e aproveitei as chances que tive para aprender mais, seja através de jogos, desenhos animados, etc.

Basicamente, esse é o Mindset autodidata, i.e, uma intensa curiosidade a respeito daquilo que se quer aprender, além de perceber o idioma como um meio para alcançar o que queremos, e uma forma de entender o mundo ao nosso redor.

 Isso é algo comum para o aprendiz autodidata, mesmo sem adotar uma estrutura de estudo,essa pessoa em geral, possui um sincero interesse pelo objeto de estudo, e uma curiosidade que lhe serve de motivação para entender mais sobre ele. Na minha experiência, curiosidade e prazer são provavelmente os melhores combustíveis para o aprendizado, ter uma curiosidade genuína em relação ao que se está aprendendo pode ser uma grande motivação e uma ferramenta poderosa.

 

Além do prazer em aprender que muitas vezes está associado ao aprendizado autodidata, ao aprendermos um idioma por nossa conta, exercitamos nossa autonomia. O autodidata é aquele que não depende de outra pessoa para guiar seu aprendizado, ao invés disso, ele toma do professor o poder para buscar e desenvolver conhecimento.

Sendo assim, existe alguma desvantagem em buscar o caminho autodidata?

Toda abordagem, por melhor que seja, tem sempre algo que é perdido ou algum tipo de desvantagem.

Quando se fala em aprendizagem autodidata é muito comum e quase esperado que a pessoa desenvolva maus hábitos e “gaps” em seu conhecimento; devido à falta de estrutura e de um tutor que está atento às eventuais falhas e fraquezas, é muito comum o desconhecimento de regras e habilidades básicas, que seriam tratadas como prioridade por um tutor bem preparado.

 

O que o autodidata ganha em autonomia, ele perde em precisão.

Já tive vários alunos que aprenderam por conta e possuíam diversas limitações em relação ao idioma, são extremamente frequentes pessoas que tem um Inglês razoável, mas não sabem explicar o que é o verbo to be, ou ainda que conheçam expressões pouco comuns, mas tem dificuldades com estruturas simples e verbal tenses.

Chegamos então à outra questão, quais são as vantagens em se aprender com um tutor em oposição ao aprendizado por conta própria?

Comentei acima que, apesar da maior autonomia, o autodidata tende a criar maus hábitos e inconsistências em seu conhecimento e habilidade com o idioma, além disso, existe outro ponto que vale ser comentado: velocidade e eficiência.

 

Se você quer chegar a algum lugar sem saber o caminho, é provável que sua jornada demande mais tempo e energia do que no caso de você tem algum guia que lhe auxilie nesse processo, podemos dizer que o caminho autodidata é mais longo e que não há certezas de que o aprendiz chegue ao nível que quer ou precisa.

Um bom professor é como um guia no conhecimento, ele pode lhe auxiliar a chegar a seu destino mais rapidamente e com menos recursos, além de estar atento às suas características pessoais e fraquezas. Um bom professor vai entender seu ritmo de aprendizagem e lhe ajudar a equilibrar suas expectativas com o tempo que você tem para desenvolver seu conhecimento.

 

 

Chegamos então à um impasse: qual é o melhor meio de se aprender um novo idioma?

Eu diria que seria uma combinação dos dois.

 

Por um lado, devemos buscar o Mindset autodidata: entender o idioma como um meio para aquilo que temos interesse, estimular nossa curiosidade e não nos limitar com um único meio de aprender, por outro lado, ter um professor é um ótimo recurso, pois irá lhe proporcionar um aprendizado mais rápido e mais consistente.

 

Portanto, pense como um autodidata, mas se a sua necessidade com o idioma é eminente, contrate um professor, pois ele entenderá suas fraquezas e objetivos e lhe proporcionará um método estruturado que vai de encontro às suas necessidades.

 

Minha dica geral é: comece agora, como puder, invista pouco a pouco no seu conhecimento, pois mesmo pequenos estímulos podem fazer uma grande diferença no longo prazo, use o idioma para aquilo que lhe da prazer e contrate um professor caso o Inglês seja algo importante para você.

15 horas ministradas
Florianópolis / SC
Graduação: Filosofia (UFSC - Universidade Federal de Santa Catarina)
Inglês - Inglês para empresas Inglês - Inglês para viagem Inglês Preparatório para Exames Inglês - Inglês para mestrado Inglês - Interesse acadêmicos entre outros Inglês Básico Exercícios de Inglês
Olá, meu nome é João Gustavo, eu ofereço aulas com treinamento personalizado!
Oferece aulas online (sala profes)
R$ 60 / aula
Conversar Whatsapp do professor João G. Whatsapp do professor João G. Ver WhatsApp
1ª aula demonstrativa
Responde em 44 min
Cadastre-se ou faça o login para comentar nessa publicação.

Listas de exercícios, Documentos, Revisões de textos, Trabalhos?

Se seu problema for dificuldade em uma lista de exercícios, revisão de teses e dissertações, correção de textos ou outros trabalhos, peça uma ajuda pelo Tarefas Profes.

Enviar Tarefa

Confira artigos similares

Confira mais artigos sobre educação

Ver todos os artigos

Encontre um professor particular

Busque, encontre e converse gratuitamente com professores particulares de todo o Brasil