Dicas de leitura - O triunfo da música

Teoria Musical História da Música Harmonia
Dicas de leitura - O triunfo da música
Lígia Gonçalves
em 27 de Janeiro de 2015

Olá!

Hoje trago uma dica de leitura de vale a pena, para quem se interessa por curiosidades referentes aos músicos e sobre a história da música. É a leitura do livro O triunfo da música, do autor Tim Blanning. O autor não é músico, mas professor de história moderna, mesmo assim, seu livro é de leitura leve e gostosa.

O objetivo do autor, como diz na capa, é mostrar a ascensão dos compositores, dos músicos e de sua arte, o que ele faz contando um pouco da vida de muitos músicos e o que sofreram até chegar à adoração por parte do público e ao título de gênios. Logo na introdução, temos uma clara ideia da importância do papel da música na sociedade atual, quando ele descreve a festança que ocorreu no jubileu de ouro da rainha Elizabeth II, em 2002. O interessante, é que no momento do show, provavelmente ninguém lembrava o que estava sendo comemorado, já que o público estava muito entretido com a presença dos artistas Ozzy Osbourne, Atomic Kitten, Rachel Stevens, Cliff Richard, entre outros com o ponto máximo a interpretação de Brian May. É interessante notar que a rainha não estava muito interessada nos shows, ou pelo menos era o que parecia. Mas ela não pôde impedir o sucesso e a repercussão do mesmo.

Contrastante é que lemos nas páginas seguintes. Nas civilizações antigas, é notável o poder que a música tem sobre o ser humano. Platão dizia: "A música é a parte fundamental da educação, porque o ritmo e a harmonia têm, no mais alto grau, tendência a se insinuar na alma, dominando-a". Mesmo assim, percebemos que os músicos há uns séculos atrás viviam como escravos e recebiam pouca consideração por parte da sociedade, que os colocava lado a lado com os mendigos. A imperatriz Maria Tereza dizia ao filho Ferdinando para ter cautela ao contratar Mozart, que ele deveria "evitar conceder a essas pessoas títulos honoríficos como se estivessem a seu serviço. Pois o próprio serviço cai em descrédito quando essas pessoas perambulam pelo mundo como pedintes".

Joseph Haydn teve seus dias de escuridão trabalhando para o príncipe Esterházy, que não o deixava aceitar ofertas de outros e nem oferecer sua música, que deveria ser exclusiva. Haydn só teve sua liberdade com a morte do príncipe.

O livro coloca muitos exemplos e nos leva de volta a essas épocas, que apesar de estarem tão distantes não são muito diferentes do que vivemos. A música é, com certeza, valorizada. Mas os músicos ainda precisam lutar por um espaço dependendo do gênero que quer seguir. E os ouvintes precisam ter consciência de como a música é importante para eles, já que ouvem música por todo o tempo e ela está presente em todas as fases da vida.

Se você gostou, leia o livro e entenda mais sobre a vida dos músicos desde a antiguidade até os dias de hoje!

 

Mongaguá / SP
Graduação: Licenciatura em Música (UNISANTANA)
Sou professora de música, espanhol e cultura hispânica. Metodologia de aprendizado acelerado em idioma, focado no que é importante aprender, tornando o aprendizado muito mais rápido e eficiente, para quem quer realmente falar. As aulas de música são também muito práticas e focadas no estilo musical do aluno, trabalhando muito a percepção, a concentração e o desenvolvimento da autonomia do aluno, para que ele mesmo possa tirar suas músicas numa etapa mais avançada.
Violão Popular, Piano Popular, Espanhol Iniciante, Teclado Básico, Teclado Intermediário, Teclado Avançado, Violino Iniciante
Oferece aulas online (sala profes)
R$ 60 / aula
Conversar
1ª aula gratuita
Cadastre-se ou faça o login para comentar nessa publicação.

Confira artigos similares

Confira mais artigos sobre educação

Ver todos os artigos

Encontre um professor particular

Busque, encontre e converse gratuitamente com professores particulares de todo o Brasil