Como estudar Estrutura Atômica?
Lucas Fagundes
em 03 de Fevereiro de 2015

 O tópico estrutura atômica, apesar de sua complexidade, aparece logo no primeiro contato com a química. Para se ter um entendimento adequado é preciso saber diferenciar ao longo do estudo como as diferentes teorias foram se adequando as novas descobertas. Por exemplo: O modelo de Dalton (1808) aparece em uma tentativa de se explicar leis ponderais como a Lei da Conservalção das Massas (Lavoisier) e a Lei das proporções definidas (Proust), porém não explicava fênomenos associados à natureza elétrica da matéria (eletrizações, correntes elétricas, etc.) o que só foi explicado com o modelo de Thompsom (1904). Os experimentos de Rutherford (1911) na sequência mostram o átomo de uma forma diferente, ao enxergar que o átomo é composto basicamente de espaço vazio, com um núcleo que contém basicamente toda a massa do átomo e elétrons que giram em órbitas circulares. O modelo de Rutherford, no entanto não era capaz de explicar a estabilidade de um átomo feito de elétrons que giram ao redor de um núcleo, explicação esta que só veio com o modelo de Niels Bohr (1913) ou modelo de Rutherford-Bohr, o qual se baseava na análise do espectro de linhas de elementos químicos, levando assim aos famosos postulados de Bohr sobre a quantização da energia. 

 Obviamente os modelos evoluíram ainda mais, culminando na formulação apresentada pela mecânica quântica moderna. O aluno, em um primeiro momento, deve ser capaz de entender como esses modelos se conectam logicamente e é claro entender também que cada um deles, apesar de incompletos em sua descrição, tinham (e ainda tem) a sua importância pois eram capaz de descrever com precisão um "pedaço" dos fenômenos observados. 

 A melhor forma de se estudar estrutura atômica então é através da leitura crítica e da elaboração de resumos, uma vez que a maioria das questões neste tópico são teóricas, já que a matemática por trás deste tópico é bastante complicada para o nível médio e mesmo para os cursos introdutórios de química em níveis superiores*. Recomendo fortemente também o vídeo da minissérie ATOM da BBC, no qual boa parte desses modelos são apresentados juntamente com o contexto histórico e político da época. 

 

* Os alunos de turmas mais avançadas, como pré-vestibulares para ITA ou IME podem se deparar com um pouco mais de matemática, principalmente nos modelos de Bohr.

Rio de Janeiro / RJ
Doutorado: Química (Universidade Federal de Juiz de Fora)
Possuo mestrado e Doutorado em físico-química pela Universidade Federal de Juiz de Fora. São mais de 9 anos de experiência com aulas particulares, cursos pré-vestibulares, ensino médio regular e no ensino técnico de química na cidade de Juiz de Fora com diversos alunos aprovados na UFJF e em outras federais. Os preços divulgados no portal correspondem a aulas avulsas. Pacotes de aula possuem preços diferenciados dependendo do número de aulas. Entre em contato e solicite um orçamento.
Atomística, Físico-Química, Química Orgânica, Química Geral, Química para Ensino Fundamental, Química no Ensino Superior, Química Inorgânica
Oferece aulas online (sala profes)
Oferece aulas presenciais
R$ 65 / aula
Conversar
Cadastre-se ou faça o login para comentar nessa publicação.

Confira artigos similares

Confira mais artigos sobre educação

Ver todos os artigos

Encontre um professor particular

Busque, encontre e converse gratuitamente com professores particulares de todo o Brasil