Cinco tendências na Educação que continuam em 2021

Pedagogia
Cinco tendências na Educação que continuam em 2021
Silvio M.
em 04 de Maio de 2021

Cinco tendências na Educação que continuam em 2021

 

Foto: https://pedagoo.com/

A sociedade e o mundo profissional continuam a evoluir e mudar com o crescimento da tecnologia e o início da quarta revolução industrial. Isso, por sua vez, teve um impacto tremendo na esfera educacional, levando a uma série de tendências crescentes no mundo da educação. Para que os educadores envolvam seus alunos de maneira adequada, eles devem permanecer atualizados com as mudanças mais recentes e os principais fatores que afetam o aprendizado em sala de aula. A compreensão dessas tendências pode ajudá-los a criar ambientes de aprendizagem mais eficazes.

À medida que os professores se preparam para implementar esses desenvolvimentos educacionais mais recentes, aqui estão as cinco tendências mais importantes com as quais eles devem se familiarizar.

  1. Tendências tecnológicas no ensino e aprendizagem

A explosão da tecnologia nas últimas duas décadas não deixou o setor educacional para trás. Os computadores e a internet mudaram a forma como os alunos podem acessar não apenas as informações, mas também as aulas. No outono de 2017, havia mais de 6,5 milhões de alunos matriculados em alguma oportunidade de ensino à distância em uma instituição de ensino superior que concedia um diploma.

O crescimento das capacidades tecnológicas significa que, existem, agora, uma variedade de mídia e ferramentas de suporte de aprendizagem para ajudar os alunos a receber uma educação de alta qualidade, por meio da Internet.

Essa tendência apresenta uma série de vantagens e desvantagens para professores e instituições que desejam continuar a oferecer a seus alunos a educação rigorosa de que precisam para prosperar.

A tecnologia, por exemplo, pode não encorajar os alunos a aprender habilidades sociais. Eles podem não ter as oportunidades embutidas de se envolver com seus colegas alunos, da maneira que teriam em salas de aula de estilo tradicional. Por exemplo, as oportunidades de liderança em projetos de grupo não ocorrerão tão organicamente como antes.

A plataforma online também pode forçar os professores a mudar a forma como ensinam. Eles podem achar um desafio mudar a forma como abordam os planos de aula, para garantir que os alunos permaneçam engajados, mesmo quando não puderem ver o instrutor pessoalmente.

Felizmente, o advento da sala de aula online e da instrução baseada em tecnologia também oferece uma grande variedade de oportunidades para instrutores e suas instituições. Muitos professores percebem imediatamente a maior flexibilidade que podem oferecer em seu cronograma de aprendizagem. As plataformas podem oferecer oportunidades para os alunos assistirem a palestras ao vivo ou versões gravadas posteriormente. Os professores podem apreciar esse benefício para os alunos.

A natureza online desses cursos também pode aumentar a capacidade dos professores de oferecer acomodações para diferentes estilos de aprendizagem. Os alunos avançados podem receber recursos de aprendizagem adicionais e desafios para incentivá-los a se aprofundar no material, sem interromper o fluxo do restante da classe.

Os sistemas de gerenciamento de aprendizagem também podem tornar mais fácil para os professores acompanharem o progresso dos alunos no curso. Eles podem ver como seus alunos se engajaram com as aulas transmitidas e gravadas, portanto, têm um sistema de rastreamento mais eficiente que lhes permite fornecer um treinamento mais oportuno conforme necessário.

  1. Treinamento de habilidades sociais: uma tendência importante no ensino superior

De acordo com o relatório Future of Jobs, algumas das habilidades mais importantes no local de trabalho incluem pensamento crítico, solução de problemas, gestão de pessoas e criatividade. Os empregadores querem ver profissionais emergentes que entendam como tomar decisões difíceis e mostrem suas habilidades de liderança.

Em um esforço para preparar os alunos para suas carreiras futuras, as escolas devem dispor de cursos para que os alunos possam nutrir e crescer nessas habilidades soft.

No entanto, como já discutido, a tendência simultânea de aprendizagem online torna isso um desafio para muitos professores. Esses educadores precisarão encontrar uma maneira de equilibrar o tempo de tela, envolvido em suas aulas, com a importância de incentivar os alunos a trabalharem juntos, cara a cara, de modo a estimular o desenvolvimento de habilidades soft.

As instituições que descobrirem ‘fórmulas’ de qualidade para estimular o desenvolvimento dessas competências, no entanto, perceberão que essa tendência lhes oferece uma série de oportunidades de crescimento. Especificamente, essas instituições terão uma vantagem competitiva no ensino superior. Seus alunos serão mais empregáveis, o que aumentará as taxas de sucesso de seus ex-alunos, criando um círculo virtuoso conforme os futuros alunos procurarem escolas com altas taxas de sucesso de ex-alunos.

  1. Tendência do aluno: redução dos períodos de atenção

À medida que a prevalência da tecnologia cresceu, a capacidade de atenção dos alunos também mudou. Um estudo conduzido pela Microsoft, entre 2000 e 2015 (ano considerado o início da revolução móvel), analisou os períodos de atenção geral dos alunos. Eles descobriram que os períodos de atenção diminuíram em incríveis 4 segundos - de 12 para 8. Essa queda foi, em grande parte, atribuída à natureza da tecnologia e ao estímulo constante que ela oferece aos usuários digitais.

As mudanças na capacidade de atenção também podem ser usadas como uma excelente forma de diferenciar as diferentes gerações. A geração Y, por exemplo, que cresceu amplamente com essa tecnologia na ponta dos dedos, tem características distintas da Geração X e dos Boomers que vieram antes deles.

Mais notavelmente, os Millennials relatam que, quando o conteúdo é altamente envolvente, eles têm o potencial de prestar atenção por períodos mais longos do que as gerações anteriores. No entanto, quando esse conteúdo não os envolve, eles se tornam os primeiros a desligarem o áudio de seus dispositivos digitais.

Para manter a atenção dos Millennials, o conteúdo que lhe é apresentado deve ter excelente visual e diálogo, juntamente com um enredo interessante que prenda sua atenção. Este grupo mais jovem se preocupa mais com a narrativa e a natureza visual do conteúdo que lhes interessa do que outras faixas etárias.

Essa diferença de atenção também pode ser vista no comportamento da geração do milênio em comparação com outras faixas etárias. Entre os jovens adultos, 77 por cento relatam que pegam o celular quando não têm mais nada com que ocupar a atenção. Para aqueles com mais de 65 anos, no entanto, apenas 10% relatam o mesmo.

Essa mudança nas tendências de atenção também tem um impacto tremendo em como os instrutores ajustam suas aulas e mantêm os alunos engajados com o material. Os professores precisam encontrar maneiras de planejar aulas que chamem a atenção de seus alunos, muitos dos quais serão desta geração Millennial, e adaptar o método e ritmo de entrega do curso. O design do curso precisará levar em conta a importância de uma narrativa e recursos visuais fortes.

No entanto, não se esqueça de que, quando os alunos têm à sua frente um material altamente visual e envolvente, eles têm um excelente potencial para prestar atenção. Esses novos alunos querem ser desafiados e valorizam a interação. Professores que aprenderem como interagir com eles, poderão ter boas oportunidades para ampliarem suas aulas.

  1. Facilitando a aprendizagem versus ensino

Conforme a tecnologia cresceu, ela também mudou a forma como os professores se relacionam com seus alunos e suas salas de aula. Com uma riqueza de informações na ponta dos dedos, os alunos, de hoje, têm as ferramentas de que precisam para descobrir uma quantidade enorme de fatos e conhecimentos, de forma independente. Nesse ambiente, muitos alunos valorizam menos o método de entrega de cima para baixo. Em vez disso, os professores agora desempenham um papel mais facilitador. O trabalho deles, aos poucos, evolui para uma posição em que ajudam os alunos a entenderem como aprendem, a gostarem de aprender, descobrir e compreender as informações que acessam.

Isso pode apresentar alguns desafios para os professores, que devem trabalhar com suas próprias habilidades pessoais de liderança e solução de problemas. Eles devem aprender como promover diálogos, conversas, criando ambientes que valorizem o trabalho em equipes.

Os melhores professores serão aqueles que podem ajudar os alunos a se responsabilizarem por seu aprendizado.

À medida que os professores se tornam mais envolvidos no processo de aprendizagem dos alunos, eles também se encontram em posição de receber feedback imediato sobre sua eficácia de ensino. Sua capacidade de estimular e facilitar essas habilidades, em sala de aula, se tornará óbvia rapidamente, à medida que a classe avança pelo curso.

Os professores que desejam se concentrar mais no desenvolvimento do aluno, em vez da simples entrega do conhecimento, descobrirão que esse novo modelo é extremamente gratificante.

  1. Tendência de aprendizagem ao longo da vida

Cada revolução industrial mudou a natureza do trabalho e dos empregos de maneiras surpreendentes. A atual, quarta revolução industrial, pode impactar incríveis 50% dos empregos, à medida que o enorme progresso tecnológico leva a mudanças na forma como as pessoas realizam seus trabalhos. Os profissionais que desejam permanecer competitivos, em seus ambientes, precisarão se requalificar constantemente. Eles não podem presumir que a educação, que tiveram na primeira metade de suas carreiras, será suficiente para o resto de suas vidas profissionais.

Em vez disso, a obtenção de um diploma deve ser seguida por um aprendizado contínuo. Isso requer que as instituições educacionais criem uma mentalidade de autodesenvolvimento em seus alunos, bem como em seus professores e funcionários. As salas de aula devem oferecer oportunidades para o ensino de habilidades de autoaprendizagem, para que os alunos possam continuar a aprender e se envolver, nas  áreas de conhecimentos escolhidas.

As escolas que aprenderem a dominar essas habilidades, no entanto, têm a chance de permanecer conectadas com seus ex-alunos ao longo de suas carreiras. Elas podem oferecer cursos de aprendizagem contínua, mantendo seus ex-alunos engajados com os novos desenvolvimentos em suas áreas,  garantindo – por sua vez - que eles voltem à escola para obter o apoio e a educação de que precisam.

Isso oferece oportunidades para as escolas crescerem, à medida em que criarem novos programas e oportunidades de aprendizagem de adultos, ajudando seus ex-alunos a prosperarem dentro do espaço profissional em constante mudança.

À medida que a tecnologia muda a sociedade, ela também gera um impacto dramático em como as pessoas ganham e se preparam para suas carreiras profissionais. As instituições que aprenderem a se manter no topo dessas mudanças, se posicionarão para o crescimento e o sucesso. Considere como essas tendências podem impactar a educação e o que significam para o avanço e desenvolvimento das instituições de ensino superior e pós-graduação.

 

WRITTEN BY

EHL Insights

Tradução: Prof. Sílvio Diniz.

 

https://hospitalityinsights.ehl.edu/2021-education-trends

 

São Paulo / SP
Graduação: licenciatura em matemática (Universidade Presbiteriana Mackenzie - SP)
Vamos aprender de modo fácil e objetivo? Estou te aguardando. Prof. Silvio diniz.
Oferece aulas online (sala profes)
R$ 80 / aula
Conversar Whatsapp do professor Silvio M. Whatsapp do professor Silvio M. Ver WhatsApp
1ª aula demonstrativa
Cadastre-se ou faça o login para comentar nessa publicação.

Listas de exercícios, Documentos, Revisões de textos, Trabalhos?

Se seu problema for dificuldade em uma lista de exercícios, revisão de teses e dissertações, correção de textos ou outros trabalhos, peça uma ajuda pelo Tarefas Profes.

Enviar Tarefa

Confira artigos similares

Confira mais artigos sobre educação

+ ver todos os artigos

Encontre um professor particular

Busque, encontre e converse gratuitamente com professores particulares de todo o Brasil