Coesão, Coerência e Veracidade

Conceito e Diferenciação entre os mecanismos, considerando a aplicabilidade dessas sentenças na produção escrita .

Redação Como fazer uma boa redação Correção de redação Apoio Assuntos que mais caíram no ENEM
Coesão, Coerência e Veracidade
Tatiana V.
em 31 de Outubro de 2019

 

Os mecanismos de coesão e coerência são essenciais para a construção de um texto de qualidade. Entretanto, o escritor/emissor da mensagem precisa ter em mente que o texto pode ser coeso, mas não coerente. E, ainda, pode ser as duas coisas e possuir uma veracidade frágil. Dessa forma, uma redação bem produzida precisa conter três elementos indispensáveis: coesão, coerência e credibilidade.

 O que determinará a aplicação dessas sentenças é o exercício de leitura, que permitirá ao escritor um olhar crítico para o seu próprio conteúdo.

Coesão - é um conceito que se preocupa com a articulação interna do texto, ou seja, que se impõe por meio de uma correlação gramatical, estabelecendo uma ligação entre palavras e frases. A coesão colabora com a organização textual  e ocorre por meio de palavras chamadas de conectivos. 

Por exemplo:

Erro de coesão: Hoje vou comer em um bom restaurante, o restaurante fica próximo à minha casa.

 

Aplicação correta: Hoje vou comer em um bom restaurante que fica próximo à minha casa.

O “que” neste caso, está exercendo uma função morfológica de substituição do sujeito (restaurante), atuando como pronome relativo.

 

Erro de Coesão: Se eu soubesse  eu te avisarei

 

Para ter coesão o verbo "avisar" tem de estar conjugado no futuro do pretérito para indicar um fato que poderia ter acontecido se uma ação no passado tivesse se concretizado.

 

Coerência _ Os discursos argumentativos  precisam estar concatenados em uma relação lógica de  ideias em um texto, de forma a produzir sentido.  Um texto contraditório e redundante ou cujas ideias iniciadas não são concluídas, pode ser considerado incoerente. A coerência  tem uma relação que resulta, também, dos repertórios e visão de mundo  de interlocutor, de forma que, determinadas falhas comprometem  a clareza do discurso, a fluência e a eficácia da leitura.

Uma boa argumentação se estabelece com o uso de uma articulação entre lógica gramatical e qualidade discursiva. Um texto contraditório, redundante ou com  ideias iniciadas  e não concluídas, é um texto incoerente. A incoerência compromete a clareza do discurso, a fluência e a eficácia da leitura.

Um texto coerente deve conter   alguns princípios básicos, como:

 

Princípio da Não Contradição - ideias contraditórias.

 Exemplos: Juliana é vegetariana, por isso prefere bife mal passado.

João tem um estilo gótico, uma vez que suas roupas são predominantemente brancas.

 

Princípio da Não Tautologia - ideias redundantes –

Exemplos:

 

  •          Dividimos o chocolate em metades iguais.
  •          Adoro canja de galinha
  •          Amanheceu o dia e o sol brilha intensamente.
  •          Encarei a situação de frente

 

Princípio da Relevância - ideias que se relacionam. Um texto com informações fragmentadas torna as ideias incoerentes, ainda que cada fragmento apresente certa coerência individual. Se as ideias não dialogam entre si, então elas são irrelevantes.

 

Exemplos:

 

  •          A palestra sobre finanças foi bem teórica, gosto muito de dançar.
  •          Os carboidratos provenientes de farinha branca não fazem bem à saúde, principalmente chocolates ao leite.
  •          Estou evitando ingestão de álcool, pois se exercitar faz bem.

 

 O escritor/emissor da mensagem precisa ter em mente que  escrever um texto coeso e coerente  permite  que sua mensagem seja compreendida com clareza. Para isso sugiro alguns exercícios valiosos, como:

1)    Caso o texto possua um grau maior de complexidade e importância, deixe-o “descansar”, distancie-se por um tempo, pode ser até por 24 horas. Após o distanciamento releia-o e note que a leitura será outra e a percepção para possíveis falhas, também. Quando estamos viciados no texto, há uma tendência cognitiva de não percebermos determinas falhas de coesão e coerência;

 

2)    Leia seu texto em voz alta, a audição pode revelar falhas não captadas pela visão, dessa forma, novas sentidos serão ativados;

 

3)    Faça uso de dicionários de sinônimos, além de se constituir em uma ferramenta de ampliação de repertório de palavras, evita repetições que comprometem a coesão e com isso, a estética textual;

 

4)    Trabalhe somente com fontes de informações confiáveis, preocupe-se e pesquise a veracidade das informações transmitidas.  Não adianta apresentar um texto coerente, coeso, porém, de credibilidade questionável;

 

5)    Leia muito;

 

6)    Escreva muito.  Não basta técnicas sem exercícios práticos. A única maneira existente para escrever bem é escrevendo. 

 

Autora: Tatiana Veronezzi 

@tatianaveronezzi 

 

 

 

 

 

Sorocaba / SP
Assuntos que mais caíram no ENEM para Redação Redação - Geral Como fazer uma Boa Redação Redação - Aulas Particulares Apoio em Redação Correção de Redação Redação para Ensino Médio
Professora particular de Lingua Portuguesa. Sou professora por escolha e por paixão. Venha estudar com quem ama o que faz.
Oferece aulas online (sala profes)
Oferece aulas presenciais
R$ 50 / aula
Conversar Whatsapp do professor Tatiana V. Whatsapp do professor Tatiana V. WhatsApp
1ª aula demonstrativa
Responde em 1 dia e 14 h
Cadastre-se ou faça o login para comentar nessa publicação.

Listas de exercícios, Documentos, Revisões de textos, Trabalhos?

Se seu problema for dificuldade em uma lista de exercícios, revisão de teses e dissertações, correção de textos ou outros trabalhos, peça uma ajuda pelo Tarefas Profes.

Enviar Tarefa

Confira mais artigos sobre educação

Ver todos os artigos

Encontre um professor particular

Busque, encontre e converse gratuitamente com professores particulares de todo o Brasil