Como fazer meu filho gostar de estudar?

Pedagogia Orientação De Estudos Tutoria
Como fazer meu filho gostar de estudar?
Profes
em 13 de Dezembro de 2017

É natural que algumas crianças estudem com prazer e fiquem horas sentadas resolvendo a lição de casa e os exercícios. Mas também existem crianças que, por serem mais agitadas, enfrentam dificuldades em se concentrar nos estudos.

Além dos auxílios externos, como já descrevemos no artigo “meu filho não gosta de estudar”, você, como pai ou responsável, pode lançar mão de uma série de ferramentas que ajudam seu filho à despertar o gosto pelo estudo.

Despertando a curiosidade em aprender algo novo, a criança começa a ter prazer em estudar e isto é o mais importante.

Com estes 7 passos temos certeza que o seu filho vai despertar o gosto pelos estudos:

  1. Combine ferramentas que ele gosta aos conteúdos passados pela escola

Permita que seu filho utilize o Youtube, aplicativos e games para complementar o ensino da escola e auxiliar na aprendizagem de forma divertida. Outra tática é misturar disciplinas que ele não gosta com outras que ele gosta, por exemplo, se seu filho ama a história, mas odeia matemática, você pode contar histórias de matemáticos famosos ou cálculo de datas (quanto durou a guerra dos 100 anos?) 

  1. Pratique hábitos de estudo desde cedo

Durante a infância, antes da alfabetização, deixe seu filho brincar na escola e em casa, desenvolver a criatividade e a sociabilidade. Quando a escola começar a lhe enviar lições de casa, ensine-o a equilibrar o tempo de estudo com o tempo de brincar, a entender que existe hora de ver TV e jogar joguinhos e hora de se ter liberdade de fazer o que quiser. 

  1. Crie um sistema de recompensas

Aprendemos desde cedo que o nosso trabalho deve ser recompensado, com as crianças não é diferente. Combine com seu filho a regra do sistema de recompensa. Deixe ele participar do momento da definição da regra e certifique-se que ele entendeu bem. Existem duas formas de aplicar esse sistema de recompensas: 1) trocar tempo de estudo por algo que ele quer muito. Por exemplo: se ele estudar durante uma hora, pode jogar seu jogo preferido durante 30 minutos. 2) conversar sobre as compensações naturais da vida: explique para ele que se ele não estudar ele pode ficar de recuperação, por exemplo, e demorar mais algumas semanas para entrar de férias.

  1. Defina objetivos claros de estudos

Estudar pode parecer inútil quando você não consegue ver todo o sistema, e é um sistema muito complexo. Muitas vezes o assunto a ser estudado é muito abstrato, como matemática ou física. Isso faz com que o aluno sinta que está perdendo seu tempo. Explique de forma clara e didática o sentido da escola e dos estudos em casa.  Faça ele entender que as escolhas acadêmicas, isto é, relacionadas aos estudos, podem influenciar diretamente no que ele deseja fazer no futuro.

  1. Encontre formas divertidas de estudar

Permita que seu filho utilize post-its, lápis coloridos e canetinhas diferentes nas tarefas, materiais divertidos tornam a tarefa mais lúdica e descontraída. Se ele gosta de usar o computador, ofereça a oportunidade dele conversar com um amigo pelo Skype sobre as matérias do dever de casa. Uma outra excelente opção é oferecer aulas particulares online para ele, quebrar a rotina e ter aulas com professores diferentes pode ajudar muito no processo de aprendizado.

  1. Inscreva seu filho em atividades extracurriculares nas disciplinas que ele tem mais dificuldade

Considere inscrever seu filho em atividades extras que ele ache interessante. Por exemplo, se seu filho não gosta de fazer a lição de casa de inglês, pense em matriculá-lo em um curso ou em uma escola especializada, assim ele fará novos amigos e estará num ambiente e em uma metodologia diferente. Se ele acha chato aprender um instrumento como violão, guitarra, saxofone, baixo ou piano, considere coloca-lo numa orquestra da escola, no clube do bairro, na banda da igreja etc.

  1. Ensine seus filhos a aprender, não apenas a estudar

As vezes seu filho não acredita que está aprendendo, e só faz a lição de casa por obrigação.Todo o esforço pode parecer inútil se ele não perceber que está aprendo algo novo e útil. Mostrar documentários e exemplos da vida real pode ser ótimo para ele perceber que os conceitos que aprende na escola podem ser implementados na sua vida prática. Em geometria, mostre a construção das pirâmides, em teoria musical, leve-o para ver um concerto de uma orquestra (mesmo que seja amadora), em espanhol, mostre um filme da Espanha. Você verá que ele irá adorar. 

Caso precise de auxílio externo, não hesite em contratar pedagogos, professores particulares, para oferecer aulas particulares para seu filho. Na maioria das vezes é a escola que não está conseguindo dar a devida atenção, e, nesses casos, uma aula personalizada com um professor capacitado, seja em matemática, química, biologia, geografia ou história, será de grande ajuda.

Cadastre-se ou faça o login para comentar nessa publicação.

Confira artigos similares

Confira mais artigos sobre educação

Ver todos os artigos

Encontre um professor particular

Busque, encontre e converse gratuitamente com professores particulares de todo o Brasil