A História da Química no Brasil
Bruno M.
em 24 de Junho de 2020

Você sabe quem é considerado o primeiro químico Brasileiro? Sabe qual foi o primeiro laboratório de química no Brasil??

Neste blog vamos fazer uma breve retrospectiva dos primeiros passos da química em território nacional.

A história da química no Brasil

Instalação Do 1º Engenho De Açúcar No Brasil

A primeiro atividade química formal do Brail foi a instalação de engenhos de açúcar para produzir açúcar, melaço, aguardente de cana e etanol. O 1º engenho de açúcar foi instalado nas proximidades da vila São Vicente(SP) por Martim Alfonso de Souza, que trouxe as primeiras mudas de cana da Ilha da Madeira para o Brasil.

Os principais produtos do engenho eram o açúcar mascavo e a cachaça. No início do século XVI os produtos do engenho eram a base da economia do Brasil. No final de 1500 a produção de açúcar, realizada em 117 engenhos, atingiu 4.500 t/ano, quantidade bastante significativa para a época.

O primeiro químico Brasileiro

Aquele que é considerado por muitos como o primeiro químico brasileiro foi José Bonifácio de Andrada e Silva (1763-1838). Além de político era um mineralogista reconhecido mundialmente e foi responsável pelos primeiros experimentos em território nacional.

Ele é detentor do título de único brasileiro da história a descobrir o terceiro metal alcalino, o  Lítio em 1800 na Suécia, que atualmente é utilizado na fabricação de baterias para smartfones tablets e etc. José se destacou no estudo da mineralogia e aos 37 anos já havia descoberto dois novos minerais. O primeiro foi chamado “petalita”, em homenagem ao Imperador do Brasil. O outro de espodumênio. Hoje, sabe-se que a petalita é um silicato de alumínio e lítio, LiAl(Si2O5)2.

Primeira instituição a ensinar química no Brasil

Implementada pelo conde de Linhares em 1811 a Real Academia Militar visava formar oficiais de artilharia, engenheiros, topógrafos e geólogos, ministrando aulas de diversas matérias, dentre elas a química. Além disso também começou a ensinar-se química na Escola Médico-Cirúrgica da Bahia e na Academia Médico-Cirúrgica do Rio de Janeiro.  

Primeiro laboratório de química no Brasil

O Laboratório Químico-Prático foi criado pelo decreto de 25 de janeiro de 1812, com o objetivo de analisar os produtos naturais extraídos dos domínios ultramarinos, visando seu emprego nas artes, comércio e indústria, contribuindo assim para a prosperidade do Reino.

Um dos laboratório mais importante no período, foi o Laboratório Químico do Museu Nacional, criado em 1818 no Rio de Janeiro. Neste laboratório efetuou-se as primeiras perícias toxicológicas, análises de combustíveis nacionais e investigações sobre a composição de amostras de pau-brasil vindas de várias regiões do país.

Primeiro curso de química no Brasil

Os primeiros cursos de química surgem no Brasil no início da década de 1910. O primeiro curso foi de química industrial, no nível técnico, no Makenzie College que, quatro anos depois, em 1915, se tornou curso de nível superior. Neste mesmo ano, foi criada a Escola Superior de Química da Escola Oswaldo Cruz (14).

Em 1934 que o Brasil começou a desenvolver atividades específicas de química, com a fundação da universidade de São Paulo e a chegada de dois químicos alemães: Heinrich Rheinboldt e Heinrich Hauptmann fugindo da Alemanha por serem judeus. Na década de 50 foram criados o Conselho Federal e os Conselhos Regionais de Química regulamentando a profissão do químico na Lei 2.800 de 18 de junho de 1956, promulgada pelo então presidente da República, Juscelino Kubitschek, a data na qual se comemora o “Dia Nacional do Químico”.

Em 1970 a química já estava difundida pelo mundo e aqui no Brasil vários programas de fomento ao ensino de química e a implantação de industrias se iniciaram por todo país. Nos anos 80, foi promovido um programa de incentivo à industrialização na área de química fina, criando-se o primeiro parque petroquímico do Brasil.

A química nos tempos atuais

Com o passar dos anos a química se desenvolveu tanto em território nacional como internacional, dividindo-se em grandes áreas como: química inorgânica, química analítica, química orgânica, físico-química, química computacional e etc. A contribuição dos químicos Brasileiros para o desenvolvimento da humanidade é sem precedentes, tanto no ensino quanto na pesquisa.

A pesquisa em química tem seu destaque no estudo da natureza e sua composição, desenvolvimento de novas técnicas, criando novos materias, medicamentos e muitas  outras atividades. Sem a química não teríamos a a modernidade que se vê nos dias atuais. 

 

Se você gostou deste blog, deixe seu comentário e faça uma avaliação no meu perfil!

Isso vai me incentivar a continuar escrevendo para vocês! :)

2 avaliações
Itaboraí / RJ
Mestrado: Química (Universidade Federal Fluminene (UFF))
Química - Vestibular Reforço Escolar em Química Química - QUÍMICA ANALÍTICA CLÁSSICA Físico-Química Química Inorgânica Química para Ensino Médio Cálculo Estequiométrico
Faça uma aula comigo que te mostro como a química pode ser mais interessante do que parece! Sem decoreba e de um jeito fácil e prático! :)
Oferece aulas online (sala profes)
Oferece aulas presenciais
R$ 60 / aula
Conversar Whatsapp do professor Bruno M. Whatsapp do professor Bruno M. Ver WhatsApp
1ª aula demonstrativa
Responde em 24 min
Cadastre-se ou faça o login para comentar nessa publicação.

Listas de exercícios, Documentos, Revisões de textos, Trabalhos?

Se seu problema for dificuldade em uma lista de exercícios, revisão de teses e dissertações, correção de textos ou outros trabalhos, peça uma ajuda pelo Tarefas Profes.

Enviar Tarefa

Confira artigos similares

Confira mais artigos sobre educação

Ver todos os artigos

Encontre um professor particular

Busque, encontre e converse gratuitamente com professores particulares de todo o Brasil