Estudo das escalas para o aluno de piano iniciante

Importância de "ajudar com o braço"

Piano Iniciante Principiante Teoria Musical Erudito Técnica Clássica Técnica Pianística
Estudo das escalas para o aluno de piano iniciante
Daniel P.
em 22 de Fevereiro de 2020

O estudo das escalas vai além da assimilação de dedilhados e exercitação motora dos dedos, é um ótimo instrumento para trabalhar diferentes articulações, timbres e cores. Costumo trabalhar escalas com todos alunos, independentemente do nível do aluno, sempre achei válido o trabalho de técnica pura no instrumento sendo possível observar os benefícios e progresso que este estudo traz para os alunos: além de aumentar a familiaridade com o instrumento também aumenta a confiança e desenvoltura na hora de tocar.

Peço aos alunos que pratiquem as escalas maiores e menores harmônicas após serem capazes de tocar pentacordes (escalas de cinco dedos) em todas as tonalidades. Claro que ninguém aprende os dedilhados de todas as vinte e quatro logo de primeira, eu costumo introduzir as escalas aos poucos, uma ou duas por aula começando pela escala de Dó maior. É verdade que Chopin afirmava que a escala de Si maior era a escala mais confortável para a mão direita, e apesar do compositor não ter deixado informação quanto a mão esquerda, a escala de Dó maior acaba sendo uma tonalidade mais acessível por ter menos acidentes. Proponho que os alunos iniciantes sejam capazes de executar todas as escalas em 1 oitava com as mãos juntas em movimento paralelo (subindo e descendo juntas), os alunos intermediários sejam capazes de fazer o mesmo em 2 oitavas e os alunos avançados, em 4 oitavas.

Executar as escalas com diferentes dinâmicas, em crescendo e diminuendo, em staccato e em legato, com pedal, sem pedal, com metrônomo e sem metrônomo, enfim, as variações são inúmeras.

Tenho observado que alguns alunos focam muito em exercitar os dedos e confiam basicamente no domínio digital do instrumento, mas “travam” do cotovelo para cima o que acaba criando tensão desnecessária. Isto ocorre principalmente quando o repertório passa a exigir uma sonoridade mais volumosa, com uma escrita mais densa. Por isso, acredito ser importante trabalhar o conceito de peso de braço através da sensação de cada articulação desde o início. Podemos dividir o estudo a partir da sensação nas diferentes articulações, isto é, diferentes pontos do braço: dedos, pulso, cotovelos, ombros e costas. 

No geral, precisamos de todas as articulações e movimentos do braço inteiro em maior ou menor grau. A maior parte destas articulações são usadas instintivamente, mas acredito ser valioso racionalizar o uso e entender as sensações físicas de cada articulação, principalmente no momento de estudo. Através da sensação física é possível entender os distintos resultados sonoros obtidos a partir de cada movimento e conseguir combinar com imagens sonoras através da criatividade de cada um.

É importante incentivar a criatividade dos alunos mesmo durante o estudo das escalas, desta maneira eles vão criando a própria identidade sonora e passam a entender que o objetivo não está nos dedos, nem nas teclas, o objetivo é o som. E o estudo é mais que um exercício motor, é um laboratório sonoro. Como exemplo, além das variações de articulação, costumo pedir para que os alunos imaginem a seção de cordas de uma orquestra para determinada escala, a seção de madeiras em outra, um cantor, e assim por diante. Também dá para adicionar caráter às escalas e experimentar tocar a mesma escala de maneira heroica, marcial, brincalhona, séria etc.

Se você leu este post inteiro, obrigado! Por favor, sinta-se livre para comentar ou enviar dúvidas.Eu gostaria de deixar disponível os handouts dos pentacordes e das escalas.

Dica: Eu costumo imprimir em papel colorido, cada folha com uma cor diferente.

Handout Pentacordes

Handout Escalas

Bom estudo!

Texto retirado de https://danielpadovanpiano.wordpress.com/2020/02/22/estudo-das-escalas-para-o-aluno-de-piano-iniciante/

São Paulo / SP
Mestrado: piano performance (Georgia State University)
Piano Avançado Piano Intermediário Piano Pré-Vestibular Piano Iniciante Piano Erudito Correpetição para cantores e instrumentistas Técnicas de Piano
Aulas de piano particulares em domicílio para todas as idades, em São Paulo
Oferece aulas online (sala profes)
Oferece aulas presenciais
R$ 120 / aula
Conversar Whatsapp do professor Daniel P. Whatsapp do professor Daniel P. Ver WhatsApp
1ª aula demonstrativa
Responde em 2 h e 32 min
Cadastre-se ou faça o login para comentar nessa publicação.

Listas de exercícios, Documentos, Revisões de textos, Trabalhos?

Se seu problema for dificuldade em uma lista de exercícios, revisão de teses e dissertações, correção de textos ou outros trabalhos, peça uma ajuda pelo Tarefas Profes.

Enviar Tarefa

Confira artigos similares

Confira mais artigos sobre educação

Ver todos os artigos

Encontre um professor particular

Busque, encontre e converse gratuitamente com professores particulares de todo o Brasil