Pílula do dia seguinte
Diliagni M.
em 09 de Dezembro de 2018
Pílula do dia seguinte Existem diversos métodos para evitar uma gravidez indesejada, os mesmos são conhecidos como métodos anticoncepcionais. Não existe um método anticoncepcional que seja o melhor para todas as pessoas. Cada método tem suas próprias características e a escolha dele se faz de forma individual para cada pessoa, sendo preciso avaliar alguns aspectos em cada paciente para assim poder determinar o melhor método a ser usado por ela. Sendo o melhor método aquele que a mulher e/ou o casal escolhem, e se sentem confortáveis ao utilizá-lo, desde que atenda aos critérios médicos de elegibilidade, ou seja, não exista contraindicação médica para o uso. Entre os métodos mais usados estão: • Pílula anticoncepcional • Implante anticoncepcional • Dispositivo intrauterino (DIU) • Camisinha masculina e feminina • Diafragma vaginal • Anel vaginal • Anticoncepcional injetável • Laqueadura e Vasectomia • Métodos naturais Existem outros métodos que também podem ajudar a evitar a gravidez, mas geralmente eles são menos confiáveis e o risco de engravidar pode ser maior, esses métodos são: • Método do calendário: Este método exige saber calcular o período fértil, por subtração de 11 dias ao ciclo mais longo e de 18 dias ao ciclo mais curto. • Método da Temperatura: A temperatura do corpo é mais elevada após a ovulação e, para saber o momento do mês que a mulher é mais fértil deve medir a temperatura com um termômetro sempre no mesmo local. • Método do muco: Durante o período mais fértil a mulher tem muco mais grosso, semelhante a clara de ovo, que indica que as chances de engravidar são maiores. • Método do coito interrompido: este método implica retirar o pênis do interior da vagina no momento em que o homem vai ejacular. No entanto ele não é seguro e é desaconselhado. Estes são os métodos anticoncepcionais que em realidade são destinados a serem usados, mas lamentavelmente algumas pesquisas indicam que a maioria da população esta usando com maior frequência outro comprimido que na verdade tem outra finalidade. Trata se da Pílula do dia seguinte. Apesar de todos os métodos contraceptivos disponíveis e do amplo acesso à informação, uma pesquisa recente realizada pela Casa da Adolescente de São Paulo, indicou que 25% das adolescentes já usaram a pílula do dia seguinte para evitar gravidez. O estudo, que entrevistou 600 adolescentes com idades entre 10 e 15 anos, mostrou que 75% das meninas e 60% dos meninos já estavam por dentro dos métodos para evitar gravidez. Alguns admitiram usar o método mais que uma vez no mês. Teoricamente segundo a Federação Brasileira das Sociedades de Ginecologia e Obstetrícia, o uso da pílula do dia seguinte só deve ser feito em situações de emergência, como em casos de violência sexual, relação sexual não planejada e/ou desprotegida (comum em adolescentes) e nos casos de possível falha de outro método. A recidiva no uso da pílula associada ao não uso de preservativos pode levar a graves consequências como: o risco de aumento de efeitos adversos e propagação de doenças sexualmente transmisiveis, como a AIDS, sífilis, gonorreia entre outras. O que è a pílula do dia seguinte? A pílula do dia seguinte é um hormônio sintético que atua como inibidor da ovulação, e que atua impedindo que aconteça o processo de fertilização do óvulo pelo espermatozoide. Apesar de ser interpretada por muitos como uma solução prática para evitar a gravidez indesejada, esta pílula e apenas indicada para casos de emergência e deve ser usado com cautela. A venda indiscriminada do comprimido mostra a mudança no modo de se evitar a gravidez. Uma particularidade desta pílula é a de ser a única que permite ser tomada após uma relação sexual desprotegida ou falha em algum método contraceptivo. É importante ressaltar a importância desse medicamento na vida das mulheres, pois ele tem diminuído em mais de 50% a taxa de gravidez indesejada e evitado milhares de abortamentos. O mercado disponibiliza dois tipos de pílula do dia seguinte: • Cartela com 1 comprimido, composto de 1,5mg de levonorgestrel • Cartela com 2 comprimidos: composto cada um de 0,75mg de levonorgestrel. Não existe diferença entre os dois tipos de pílula do dia seguinte, uma vez que a dosagem é a mesma. Ambas representam uma enorme carga de hormônios ingerida de uma só vez, diferentemente das pílulas anticoncepcionais convencionais que costumamos consumir diariamente e que possuem uma menor dosagem na sua composição. Principais pílulas do dia seguinte • Postinor-2 • Pilem • Pozato • Diad • Minipil2-Post • Poslov Como tomar O ideal é que a mulher tome a pílula o mais próximo possível da relação sexual desprotegida. Mas ela tem até 3 dias (72 horas) para fazer isso. Nas primeiras 24 horas a eficácia da pílula é de 88%. Esta vai perdendo eficácia a medida que aumentam as horas. O medicamento é vendido em dose única e em dois comprimidos de dose fracionada. Geral mente se indica que a mulher tome um comprimido e espere 12 horas para tomar o outro. Entretanto, para não haver esquecimento, ela pode tomar os dois de uma vez só. Ou seja, 1,5 mg dose única. Apesar de ser indicada para evitar a gravidez indesejada, a pílula do dia seguinte não é 100% eficaz se for tomada após 72 horas da relação sexual. Mas quando ela é tomada no mesmo dia, é pouco provável que a mulher engravide, no entanto, existe essa possibilidade. A maioria das mulheres sempre tem a duvida se pode continuar a tomar o anticoncepcional oral depois de ter tomado a pílula do dia seguinte, pois o ideal é esperar a ficar menstruada e começar uma cartela nova do anticoncepcional que usa diariamente. Também não é recomendável o uso indiscriminado da pílula pois pode ocasionar efeitos indesejados. Se usada frequentemente, a pílula do dia seguinte pode prejudicar o funcionamento do aparelho reprodutor feminino e dificultar futuras gestações desejadas. Também pode aumentar o risco de gravidez ectópica. Efeitos indesejados Uma dose da Pílula do dia seguinte contém o equivalente à metade de uma cartela de pílulas anticoncepcionais tradicionais, dessas que a mulher usa todos os dias. Segundo a ginecologista Luciana Potiguara, da Federação Brasileira das Associações de Ginecologia e Obstetrícia, “essa enxurrada hormonal pode trazer efeitos colaterais, sim. É possível que provoque vômitos. Se isso acontecer nas primeiras duas horas após a ingestão, a dose deve ser repetida. Outros sintomas como vertigem, cefaleia e dor nas mamas também podem aparecer”, alerta a médica. Na maioria das vezes, a pílula altera o fluxo normal da mulher, desregulando a menstruação. Dependendo do dia em que foi tomada, a pílula pode adiantar o sangramento ou mesmo retardar a menstruação. Em mulheres que amamentam, pode diminuir a quantidade do leite materno. Contraindicações • Hipertensão descontrolada • Problemas vasculares • Doenças do sangue • Obesidade mórbida • Distúrbios metabólicos • Insuficiência hepática Conclusão A pílula do dia seguinte não deve ser usada indiscriminadamente nem substituir o método contraceptivo de uso regular. É importante que na hora da escolha do anticoncepcional procure pelo seu medico para juntos escolher o método mais eficaz. Lembre sempre que o método que usa a sua vizinha pode ser prejudicial para você, então, por favor, não se automedique, essa simples atitude pode evitar complicações. A pílula do dia seguinte é um método contraceptivo de emergência e só de emergência, usado apenas quando o método contraceptivo habitual falha ou é esquecido, por tanto é fundamental evitar o seu uso indiscriminado. Ela pode ser comprada em qualquer farmácia e não é preciso receita medica, mas isso não significa que possa ser usada de forma indiscriminada, pois pode causar danos para sua saúde. Lembre que existem métodos anticoncepcionais mais efetivo e menos nocivos para sua saúde, e nunca esqueça que o uso da camisinha é fundamental mesmo que use algum outro método de forma regular, pois ela pode te proteger não só contra a gravidez, existem doenças que podem ser evitadas. Então tenha uma vida sexual prazerosa e saudável. Dra. DILIAGNI TELLEZ MATOS Especialista Clinica Geral.
São José dos Campos / SP
Especialização: Licenciatura em Fisica - Ciências (INSTITUTO SUPERIOR PEDAGÓGICO FRANK PAÍS )
Semiologia Médica Saúde Coletiva - Medicina Diabetes Doenças Infecciosas Anatomia Anatomia humana
Professora de língua espanhola (Nativo) e Anatomia Humana com mais de 10 anos de experiencia internacional.
Oferece aulas online (sala profes)
Oferece aulas presenciais
R$ 50 / aula
Conversar Whatsapp do professor Diliagni M. Whatsapp do professor Diliagni M. WhatsApp
1ª aula demonstrativa
Responde em 1 h e 35 min
Cadastre-se ou faça o login para comentar nessa publicação.

Listas de exercícios, Documentos, Revisões de textos, Trabalhos?

Se seu problema for dificuldade em uma lista de exercícios, revisão de teses e dissertações, correção de textos ou outros trabalhos, peça uma ajuda pelo Tarefas Profes.

Enviar Tarefa

Confira artigos similares

Confira mais artigos sobre educação

Ver todos os artigos

Encontre um professor particular

Busque, encontre e converse gratuitamente com professores particulares de todo o Brasil