BREVE PANORAMA DA EDUCAÇÃO NO BRASIL
Jurema Lichtenfels Rodrigues
em 03 de Abril de 2014

BREVE PANORAMA DA EDUCAÇÃO NO BRASIL

 

Escrito por Jurema Lichtenfels Rodrigues

 

 O futuro de uma sociedade está nas mãos de como esta conduz a educação.  A educação é considerada o elemento-chave na construção de uma sociedade baseada na informação, no conhecimento e no aprendizado. O fator primordial no desenvolvimento da personalidade é o aprendizado, este é o exato propósito da vida humana. Devemos cultivar nos jovens a força de caráter e os valores que os capacitarão a assumir a liderança amanhã.

O papel do educador é ensinar o educando “aprender a aprender”, “saber pensar” e “saber tomar decisões”.

Há necessidade que o educador deva estar sempre adquirindo novos conhecimentos exigidos e vividos pela sociedade atual, gerando o enriquecimento tanto para o educador como para o educando. Deve-se possibilitar aos professores maior participação e criatividade em suas habilidades.

Ocorre que a maior parte dos professores no Brasil é formada em escolas particulares de má qualidade. Os educadores não foram preparados para ensinar educandos diferentes do aluno ideal e tampouco, preparados para utilizarem nas salas de aula os recursos oferecidos pela tecnologia.  Os cursos de pedagogia adotam uma cultura pedagógica e didática baseada numa clientela escolar ideal e homogênea social e culturalmente. É um modelo de formação distorcido.

É de extrema necessidade e importância que o curso superior para formação de professores passem por uma reforma equilibrada e que dedique especificamente à formação de professores.

Em se tratando de preparação dos professores, estes também devem receber preparação na utilização da tecnologia, pois esta contribui e muito na educação, desde que seja utilizada com inteligência. Embora o Governo esteja investindo na tecnologia, aparelhando as escolas com os recursos didáticos, os professores não foram treinados para tal e com isso não ocorre o avanço na educação.

Os educadores devem estar preparados para a utilização das novas ferramentas tecnológicas. Afinal, a tecnologia da informação e comunicação são recursos didáticos, que devem ser utilizados em sala de aula na preparação dos alunos. Portanto, os professores devem ter conhecimento de como e quando utilizá-las, pois as ferramentas tecnológicas fazem parte de um novo método de ensino-aprendizagem.

No entanto, para os educadores brasileiros é um desafio o planejamento e a aplicação da tecnologia nos dias atuais, justamente por não receberem a formação necessária nos cursos superiores. Como resultado da não preparação dos professores no que diz respeito à tecnologia, temos o seguinte resultado: a tecnologia é mal utilizada na educação brasileira e o Brasil não sabe aproveitar os recursos da tecnologia para a melhoria da educação.

Com relação a questão da utilização da tecnologia nas escolas, o Ex Secretário Municipal da Educação de São PauloFernando J. De Almeida, salientou que: “muitas escolas usam o computador e a internet como um substituto do professor. Algumas escolas ensinam o mínimo de informática aos seus alunos para, futuramente, enfrentarem bancos, escritórios e serviços de automação em geral. Isso gera exatamente o que a gente não quer, que é a falta de pensamento, de reflexão. Toda vez que a tecnologia é utilizada com esse sentido de facilitar, poupar, a educação é prejudicada, afirma”.

É preciso que os educadores assumam as aulas com uma educação tecnológica que favoreça a formação do educando. É a faculdade o lugar mais favorável, para que os educadores obtenham esses conhecimentos, aprendendo a aliar o pedagógico com a prática tecnológica.

Quanto a parte pedagógica, é de suma importância que os professores estejam preparados na formação da clientela heterogênea, diversificada social, cultural e economicamente. É num curso superior e na formação continuada que o educador conseguirá ter uma visão da realidade, obtendo uma orientação e suporte para saber quais mídias são adequadas ao uso pedagógico, além de estarem se preparando para uma atuação presente na escola, fazendo correlação na sua prática profissional.

Necessitamos de Instituições que tenham um bom projeto pedagógico, provocador, crítico aliada à tecnologia usada de maneira inteligente. Somente assim teremos mudanças na educação brasileira.

A presença humana do professor é imprescindível no processo de aprendizagem. Como bem ressaltou o Educador e FísicoMoyses Nussenzweig, “nada substitui a imagem do professor, a presença humana”.

A sociedade tem um papel muito importante para que a educação, justamente por serem as crianças o espelho da sociedade.

Em se tratando do papel da sociedade, é oportuno citarmos as palavras do Dr. Daisaku Ikeda a respeito do assunto. Em seu livro: Proposta Educacional – Algumas Considerações Sobre a Educação do Século XXI – descreve muito bem o papel da sociedade, vejamos: “É crucial mudar a tendência de nossa sociedade para tratar a educação como um meio em vez de um fim. A sociedade necessita ser transformada para servir às necessidades essências do processo de educação. Quando definimos a educação como uma atividade que desenvolva o talento e o caráter dos seres humanos, ela não fica, de forma alguma, restringida à sala de aula, mas torna-se uma missão que deve ser cumprida e realizada por toda a sociedade.”

Em suma, a sociedade precisa despertar com um “olhar” diferente no que diz respeito à educação, pois a sociedade de amanhã será o reflexo da sociedade de hoje. A educação separada da sociedade não tem vitalidade. Como disse sabiamente Paulo Freire“se a educação sozinha não pode transformar a sociedade, tampouco sem ela a sociedade muda”.

Por fim, somente haverá futuro para uma sociedade que não esquecer ou ignorar que a educação é a sua verdadeira missão. Este é o papel de cada um de nós.

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

IKEDA, Daisaku. Proposta Educacional – algumas considerações sobre a educação do século XXI. Ed. Brasil Seikyo,São Paulo: setembro, 2006;

Tecnologia é mal utilizada na educação brasileira. Site: http//aprendiz.uol.com.br;

A.H.TORRES TORRES, Miguel e BERBET, Ení – O Desafio do Educador no Planejamento e Aplicação da Tecnologia nos Dias Atuais. Site:www.feol.com.br/revista/index.php/R1/article/view/10.

São Paulo / SP
Graduação em Direito – Fac. Metropolitanas Unidas – 1985 a 1989 - OAB/ SP 118.373; UNINOVE - Pós-graduando em Formação de Docentes para o Nível Superior - Especialização Latu Sensu ESA - Escola Superior de Advocacia – Especialização. Latu Sensu em Direito Do Consumidor(Coordenadores: Drs. Luiz Rizzato Nunes e Mirella Caldeira),Ago 2006 a Ago 2008; - Desenvolve trabalhos de pesquisa jurídica (doutrina, jurisprudência e legislação) em todas as áreas jurídicas – para advogados e também pa ...
Direito de Família, Direito Penal, Direito - Ética, Direito - Elaboração de monografias e TCC, Direito Do Consumido, CDC
Oferece aulas online (sala profes)
R$ 60 / aula
Conversar
Cadastre-se ou faça o login para comentar nessa publicação.

Listas de exercícios, Documentos, Revisões de textos, Trabalhos?

Se seu problema for dificuldade em uma lista de exercícios, revisão de teses e dissertações, correção de textos ou outros trabalhos, peça uma ajuda pelo Tarefas Profes.

Enviar Tarefa

Confira mais artigos sobre educação

Ver todos os artigos

Encontre um professor particular

Busque, encontre e converse gratuitamente com professores particulares de todo o Brasil