Interpretação de texto- Dofú, o sábio
Marilia Couto Moratelli
em 22 de Maio de 2018

Dofú, o sábio

            Em Douala, no litoral de Camarões, existia um homem dos mais sábios que já existiu na África: Dofú Seringue TaibáM’Baye.

            Toda manhã, ao sair para sua caminhada à beira-mar, encontrava as crianças no seu vilarejo que corriam e pulavam ao seu redor, gritando:

            - Dofú, conta aquelas histórias antigas pra gente! Dofú, canta aquelas canções dos nossos antepassados!

            O sábio parava, observava o céu, o mar e cada rostinho daquelas crianças. Após alguns bons minutos, sentava-se, contava e cantava histórias para o deleite da molecada. Depois de boas e lindas histórias e canções, o sábio voltava à sua caminhada.

            Visitantes de toda a África vinham ouvir as palavras de Dofú. Todo fim de tarde, ele abria sua simples choupana para aqueles que quisessem compartilhar seu pão e sua sabedoria.

            Numa dessas tardes, um homem arrogante, prepotente, adentrou na choupana e gritou:

            - Quem é Dofú!? Aquele que se crê o mais sábio dos sábios.

            Nunca ninguém tinha tratado o querido Dofú dessa forma. Sabia-se que alguns homens queriam enxotá-lo de lá. Porém, Dofú, com um ar sereno, disse:

            - Meu bom homem, o que você quer?

            O homem foi empurrando todos à sua frente, aproximou-se do mestre e respondeu:

            - Quero lhe fazer uma pergunta. Caso não saiba a resposta, quero dar-lhe vinte chicotadas.

            Ouviu-se um murmúrio de indignação na choupana. Dofú apenas disse:

            - Faça sua pergunta.

            O homem aproximou-se do fogo que esquentava o pão, pegou um carvão em brasa e o atirou numa vasilha com água. Todos ouviram o barulho do fogo em contato com a água: CHUF.

            - Dofú, o que se diz sábio, me diga, quem foi que fez o barulho que acabamos de ouvir? Foi o fogo em contato com a água? Ou a água em contato com o fogo?

            Fez-se um silêncio abismal na choupana, todos olhavam para Dofú. Ele fechou os olhos e disse:

            - É uma pergunta muito interessante e difícil, preciso meditar um pouco. Por favor, vão-se embora e só voltem depois do jantar.

            Após o jantar, a choupana de Dofú nunca estivera tão cheia de gente. Pessoas se aglomeravam do lado de fora da casa, muitos vilarejos vizinhos souberam do desafio ao mestre e lá estavam curiosos para saber o desfecho daquele caso.

            O homem que havia feito a pergunta segurava um chicote na mão, preparado para pô-lo em ação a qualquer momento. Dofú pediu a todos que se sentassem e foi obedecido imediatamente. Aproximou-se do desafiante e disse:

            - Antes de responder à sua pergunta, eu também tenho uma a lhe fazer.

            O homem riu e disse:

            - Tentando escapar, não é, meu sábio? Mas vamos ver o que você quer, pergunte!

            Dofú olhou fundo nos olhos daquele petulante e deu-lhe um tapa no rosto tão forte que o barulho se ouviu ao redor de toda a choupana. O homem estapeado não teve tempo de reagir e Dofú perguntou:

            - O barulho que acabamos de ouvir foi da minha mão em sua bochecha? Ou da sua bochecha em contato com a minha mão?

            O homem, desnorteado, levantou-se e disse:

            - Preciso meditar a respeito disso- saiu cambaleando pela porta da choupana e nunca mais apareceu por lá.

 

ILAN BRENMAN.

Contador de histórias de bolso: África, São Paulo: Moderna, 2008

 

 

 

Questões sobre o texto

 

1-      Com base na leitura realizada, descreva:

 

A-    O ambiente/ cenário do conto: _________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

 

B-    O protagonista:

 

_____________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

 

C-    O antagonista:

________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

 

2-      Em quanto tempo se desenrola todo o enredo do conto? A ordem é cronológica? Quais palavras comprovam isso?

_____________________________________________________________________________________________________________________________

 

 

 

3-      Explique as partes do conto na tabela abaixo:

 

Situação inicial

 

 

 

 

Complicação

 

 

 

 

 

Clímax

 

 

 

 

Desfecho

 

 

 

 

 

4-      O texto está na 3ª pessoa do singular. O que isso permite dizer a respeito do narrador?

 

_____________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

 

5-      Compare duas versões do primeiro parágrafo do texto:

 

“Em Douala, no litoral de Camarões, existia um homem dos mais sábios que já existiu na África: Dofú Seringue Taibá M’Baye.”

“Em Douala, no litoral de Camarões, morava Dofú Seringue Taibá M’Baye, um homem dos mais sábios que já existiu na África.”

 

Essa diferença faz com que, em uma das versões, a apresentação de Dofú tenha maior impacto. Em qual das versões isso acontece? Por quê?

______________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

 

6-      Explique o emprego do termo “o que se diz sábio” na seguinte frase do homem que desafia Dofú:

 

“– Dofú, o que se diz sábio, me diga, quem foi que fez o barulho que acabamos de ouvir?”

 

______________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

 

7-      Quais elementos culturais temos presentes nesse texto?

______________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

 

 

 

8-      Reescreva o conto de modo a caber em no máximo dez linhas. Considere que tal versão tem como público-alvo adultos acima de 21 anos.

_____________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

 

 

Santo André / SP

1 avaliação
Graduação: Letras- Português/Inglês e suas respectivas Literaturas (Fundação Santo André)
Olá, sou a professora Marilia. Desde 2004, ensino Língua Portuguesa, Inglesa, Redação e Literatura para alunos das mais diversas idades e com inúmeros objetivos. Meu maior foco é o trabalho com adultos, pois possuo uma metodologia de trabalho adaptada à necessidade dos meus alunos, isso faz com que o aluno aprenda mais rápido e de forma mais eficaz. Minhas áreas de atuação são preparatórios para vestibulares, ENEM, concursos e testes diversos. Ensino também a interpretar a questão de modo que vo ...
Análise Gramatical, Analise Sintática, Redação, Português no Ensino Fundamental, Português para Concursos, Língua Portuguesa, Sintaxe
Oferece aulas online (sala profes)
R$ 50 / aula
Conversar
Cadastre-se ou faça o login para comentar nessa publicação.

Confira artigos similares

Confira mais artigos sobre educação

Ver todos os artigos

Encontre um professor particular

Busque, encontre e converse gratuitamente com professores particulares de todo o Brasil