Arte Rupestre no Brasil

Artes Plásticas Pintura
Arte Rupestre no Brasil
André Onishi
em 17 de Fevereiro de 2015

Os grafismos rupestres podem ser considerados como as primeiras manifestações artísticas da humanidade, revelando expressões estéticas e culturais realizadas por distintas sociedades pré-coloniais que deixaram suas marcas em paredões rochosos ao longo de boa parte do território brasileiro. Especificamente nos estados de Minas Gerais e Piauí as pesquisas sobre Arte Rupestre estão mais desenvolvidas do que em outras regiões.

Estas pinturas e gravuras lavradas em grutas, lajes e paredões, podem ser distinguidas em figurativa e geométrica (ou abstrata). A primeira é comumente associada com imagens de homens e animais enquanto a segunda é formada por pontos, linhas e figuras geométricas tais como círculos, losangos e quadrados, as quais muito provavelmente eram facilmente reconhecíveis para o grupo que as pintou (assim como acontece atualmente, na comunicação simbólica dos grupos de pixadores). Até o momento já foram agrupadas oito tradições estilísticas, a saber: Meridional, Litorânea Catarinense, Geométrica, Planalto, Nordeste, Agreste, São Francisco e Amazônica.

Hoje, a pixação sobre estes grafismos bem como a remoção dos pedaços de rocha (souvenir dos visitantes?) são dois fatores negativos responsáveis pela depreciação destas manifestações. Esta constante degradação, seja por iniciativa humana ou por influência climática/temporal, obriga a realização do registro destes grafismos no intuito de preservar estes patrimônios culturais. Afinal, a arte rupestre é um componente do processo de ensino e aprendizagem, e em seu caráter coletivo reforça valores e rememora acontecimentos sociais e míticos nos ajudando a compreender as origens da humanidade e da vida social.

Os registros mais antigos foram datados de 26 mil anos atrás até a chegada dos colonizadores portugueses. Por hora só podemos imaginar que tecnologia estes povos utilizaram para que as pinturas resistissem a todos estes milhares de anos, enquanto que atualmente, qualquer pintura residencial precisa ser restaurada em menos de uma década. O que nos traz o questionamento se a humanidade "pré-histórica" é tão menos complexa e capaz do que na contemporaneidade, como muitas vezes o darwinismo nos leva a pensar.

 

 

Referência:

Ludimilla Justino de Melo Vaz - MEMÓRIA DA PEDRA TALHADA ARTE RUPESTRE EM NIQUELÂNDIA - GO, 2005 (Dissertação de Mestrado).

Itanhaém / SP
Especialização: Metodologia do Ensino de Artes (Unicesumar)
Ator, compositor, músico, artista visual, ilustrador e microempreendedor individual responsável pela Láudano Artes (laudano.art.br). Tenho experiência nas áreas de: arte-educação, artes visuais, audiovisual, música, teatro, redação, comunicação visual, mídias digitais e cultura em geral.
Artes Plásticas - Estudos Visuais, Artes Plásticas - História da arte, Artes Plásticas para Ensino Médio, Vestibular de Artes Plásticas, Artes Plásticas para Ensino Fundamental, Pintura, História da Arte
Oferece aulas online (sala profes)
Oferece aulas presenciais
R$ 40 / aula
Conversar
1ª aula gratuita
Cadastre-se ou faça o login para comentar nessa publicação.

Confira artigos similares

Confira mais artigos sobre educação

Ver todos os artigos

Encontre um professor particular

Busque, encontre e converse gratuitamente com professores particulares de todo o Brasil