STANLEY E AS CLASSES INTELECTUAIS INDIANAS

Teologando

Teologia Religião História da Igreja Ensino Religioso Cristianismo
STANLEY E AS CLASSES INTELECTUAIS INDIANAS
Camila A.
em 11 de Novembro de 2019

STANLEY E AS CLASSES INTELECTUAIS INDIANAS

C.F.A

 

RESUMO

E. Stanley Jones foi missionário na Índia por 50 anos, mas também foi um evangelista mundial, estadista cristão e autor de vários livros. Uma de suas principais contribuições para a sociedade hindu cristã foi a criação dos ashrams. Sempre procurou anunciar Cristo opondo-se a qualquer tradicão cristã ocidental.

 

I –  EVANGELISTA MUNDIAL

Eli Stanley Jones nasceu em 3 de janeiro de 1884, em Baltimore, Maryland. Foi missionário na Índia por 50 anos onde faleceu com 89 anos. Ele foi educado nas escolas de Baltimore e sua formação superior se deu em Asbury.[1] Inicialmente Stanley queria servir como missionário na África, mas antes de deixar Asbury, a SMM (Sociedade Missionária Metodista) escreveu-lhes pedindo que fosse servir na Índia.[2] Como evangelista eestadista cristão o missionário tornou-se muito respeitada na Índia e no mundo. Entre seus amigos estava Gandhi e Jawahrlal Nehru. Ele foi mais do que um simples missionário para a Índia, ele foi um evangelista mundial.[3]

 

II – PRINCIPAIS FEITOS

Jones fundou o movimento cristão “ashram”. O propósito principal do “ashram” era o crescimento espiritual do indivíduo, mas seu maior efeito na Índia foi derrubar as barreiras de castas e políticas que de outro modo separavam os cristãos em suas vidas diárias. Na década de 40, havia mais ou menos 24 “ashrams” cristãos em toda a Índia. Ao apresentar Cristo aos não cristãos da Índia, Stanley procurava usar métodos que faziam parte natural da sociedade hindu. As mesas redondas e seus “ashrams” cristãos eram um exemplo disto. As reuniões feitas com a sociedade intelectual tornaram-se um caminho para a evangelização. De acordo com o missionário:

Não houve uma única situação de que possa lembrar-me onde, antes do encerramento da mesa redonda, Cristo não ficasse no comando moral e espiritual da situação.[4]

Ele marcou a história de missões, pois em seus métodos sempre destacava o valor do grupo. Além disso, escreveu muitos livros onde procurava destacar a intimidade com Deus e o poder e a vitória que Ele dá, mesmo em meio aos problemas.[5] O missionário pregou mais de 60 mil sermões e foi autor de 28 livros, os mais conhecidos no Brasil são: Jesus Cristo é Senhor; Cristo e o sofrimento humano; O Caminho; A Conversão; O Cristo de todos os caminhos; Quando a tristeza chega.[6]

 

III – CONVICÇÕES

Para Stanley o que diferenciava o cristianismo das demais religiões não era a Bíblia ou a doutrina, mas sim Cristo. Ele apenas pregava Cristo e este crucificado. Ao invés de eliminar a cultura o missionário procurou fazer uma junção dela com o evangelho.[7] Apesar dos seus grandes feito o que movia Stanley era o amor. Uma vez um hindu perguntou para ele o motivo dele estar na Índia e o missionário disse:

Sabe por que vim? Há muitos anos quando eu era menino, nós atormentamos um missionário que estava distribuindo folhetos em um bazar. Jogamos tomates nele. O missionário enxugou do seu rosto o caldo dos tomates e então, convidou-nos para irmos a uma confeitaria, onde comprou-nos doces. Eu vi o amor de Cristo naquele dia. E por isto estou aqui.[8]

 

 

CONCLUSÃO

Stanley pode ser visto como um missionário de ideais próprios e não induzidos por outros. Ele desafiou certas opiniões principalmente as referentes ao cristianismo ocidental, mas isto não se deu para que ele fosse de algum modo “notado”, mas antes, seu objetivo era alcançar o povo hindu com o evangelho sem obrigá-los a abandonar suas raízes culturais.

 

REFERÊNCIAS

CHAVES, Odilson M. Stanley Jones ainda vive. Disponível em:

http://www.metodistasonline.kit.net/stanleyjones.htm.

DELGADO, Manoel. Stanley Jones, Biografia e palestras proferidas no Brasil. Disponível em:

http://verticais.blogspot.com.br/2012/01/stanley-jones-biografia-e-palestras.html. Acesso em: 14 jan.2012.

TUCKER, Ruth A. Até os Confins da Terra. 2.ed. Trad. Neyde Siqueira. São Paulo: Vida Nova, 1989. 587 p.

WINSTON, Nanny.Stanley Jones: Um Marco na História das Missões. Disponível em:

http://www.decoracaoacoracao.com.br/2011/09/stanely-jones-um-marco-na-historia-das-   missoes/. Acesso em: 19 set. 2011.

 

[1] CHAVES, Odilson M. http://www.metodistasonline.kit.net/stanleyjones.htm

[2] TUCKER, Ruth A. Até os Confins da Terra. p. 303.

[3] Ibidim, p. 306.

[4] TUCKER, Ruth A. Até os Confins da Terra. p. 304.

[5] WINSTON, Nanny .http://www.decoracaoacoracao.com.br/2011/09/stanely-jones-um-marco-na-historia-das-   missoes/

[6] DELGADO, Manoel. http://verticais.blogspot.com.br/2012/01/stanley-jones-biografia-e-palestras.html

[7] TUCKER, Ruth A. Op. Cit. p.305.

[8]CHAVES, Odilson M. http://www.metodistasonline.kit.net/stanleyjones.htm

Camila está online
Maravilha / SC
Pós Doutorado: Teologia com Ênfase em Música - Educação por Princípios (Faculdade Batista Pioneira)
Professora de francês e música. Tenho como objetivo te fazer sair do Bonjour, Merci e Croissant. Bóra fazer muito biquinho!
Oferece aulas online (sala profes)
Oferece aulas presenciais
R$ 45 / aula
Conversar Whatsapp do professor Camila A. Whatsapp do professor Camila A. Ver WhatsApp
1ª aula demonstrativa
Responde em 10 min
Cadastre-se ou faça o login para comentar nessa publicação.

Listas de exercícios, Documentos, Revisões de textos, Trabalhos?

Se seu problema for dificuldade em uma lista de exercícios, revisão de teses e dissertações, correção de textos ou outros trabalhos, peça uma ajuda pelo Tarefas Profes.

Enviar Tarefa

Confira artigos similares

Confira mais artigos sobre educação

Ver todos os artigos

Encontre um professor particular

Busque, encontre e converse gratuitamente com professores particulares de todo o Brasil