RAIO X E O NÚMERO ATÔMICO
Rogério Rossetti
em 13 de Março de 2018

Foi Wilhelm Conrad Röntgen (1845-1923) quem descobriu e batizou os Raios X, além de fazer a primeira radiografia da história. Isto ocorreu quando Röntgen estudava o fenômeno da luminescência produzida por raios catódicos num tubo de Crookes.

Estes raios são produzidos por um tubo no qual os elétrons são liberados, acelerados e induzidos a colidirem com uma substância adequada na qual será produzida a radiação X.

Este tubo é constituído por um ânodo e um cátodo envoltos por um invólucro de vidro no qual é feito vácuo. O cátodo consiste de um filamento de tungstênio que quando aquecido libera elétrons. Se fizermos o ânodo positivo com respeito ao filamento, esses elétrons serão atraídos ao ânodo e constituirão uma corrente de elétrons ao redor do circuito. Os elétrons adquirem altas velocidades, devido ao fato de não colidirem com moléculas de gás na sua trajetória. Ao colidirem com o ânodo formado por tungstênio e rênio, metais de alta dureza, raios X são emitidos.

Para as voltagens utilizadas em radiografias diagnósticas, menos de 1% da energia carregada pelos elétrons é convertida em raios X e mais de 99% aparece em forma de calor e deve ser removida do ânodo.

Os raios X são emissões eletromagnéticas de natureza semelhante à luz visível. Seu comprimento de onda vai de 0,05  ângstrom (5pm) até centenas de angströns (1 nm).

A identificação do número atômico.

Moseley descobriu que as freqüências dos raios-X produzidas pelo tubo dependiam do material usado no ânodo. Assim, cada elemento da tabela periódica produzia o seu próprio espectro de raio X característico.

Analisando as freqüências desses raios X, Moseley descobriu que elas podiam ser relacionadas com a localização dos elementos na tabela periódica. Ele foi capaz de atribuir um número inteiro para representar cada átomo – o número atômico (Z).

Rutherford e suas experiências permitiram a Moseley concluir que este número atômico representava o número de prótons no núcleo.

Porto Alegre / RS
Graduação: Engenharia Química (PUCRS)
Olá, eu sou o Prof. Rogério O texto abaixo foi escrito por minha filha Jordana. Por que escrito por outra pessoa? Porque acredito na união de habilidades, e é isso que quero passar em minhas aulas. Minha filha tem habilidade em escrever textos, eu em dar aulas particulares presenciais ou on line. O aluno por vezes é bom em raciocínio lógico, por vezes é melhor com definições concretas ou sabe lidar muito bem com fórmulas. Eu vou tentar respeitar todas as suas habilidades durante nossa aula. Me ...
Química Orgânica, Química Geral, Química para Ensino Médio, Química Inorgânica, Química para Ensino Fundamental, Química para Concursos, Química Inorgânica
Oferece aulas online (sala profes)
Oferece aulas presenciais
R$ 60 / aula
Conversar
1ª aula gratuita
Cadastre-se ou faça o login para comentar nessa publicação.

Confira artigos similares

Confira mais artigos sobre educação

Ver todos os artigos

Encontre um professor particular

Busque, encontre e converse gratuitamente com professores particulares de todo o Brasil